Mensagem da Divina Vontade de Deus para a Igreja católica no Brasil


Serva de Deus Luisa Piccarreta

A informação relevante para a Causa de Beatificação e Canonização desta alma que morreu em odor de Santidade em 1947 e agora é Serva de Deus, foi atualizada neste documento em vista do veredicto POSITIVO dos teólogos designados pela Santa Sé para reverem seus escritos e sua divulgação recomeçou em 2 de fevereiro de 2012.

OS ESCRITOS ORIGINAIS EM ITALIANO FORAM ACESSÍVEIS PELA PRIMEIRA VEZ PELO VATICANO EM 2 de fevereiro de 1996

Caríssimos Irmãos Bispos, Sacerdotes, Religiosos e Religiosos em Nosso Senhor Jesus Cristo:

É com o amor e a alegria de Deus que vos envio aqui a notícia do maior tesouro que o Senhor quer nos mostrar neste momento da história da humanidade, porque chegou a hora de seu valor infinito ser finalmente conhecido.

Embora este Tesouro seja para todos, porque foi dado por Nosso Senhor Jesus Cristo e transmitido através da nossa Santa Madre Igreja como poderão verificar mais tarde, Ele, nos Seus desígnios, colocou no meu coração a urgência e a responsabilidade de enviar esta comunicação que tive o privilégio de receber, para Bispos, Sacerdotes, Religiosos e leigos. É somente na minha absoluta confiança em Deus que me atrevo a dirigir-me a vocês católicos amados desta nação Brasileira.

A importância do que está contido neste Tesouro é transcendental e, com a Graça de Deus, apresento a vocês o que em meu modo muito pobre posso compartilhar com vocês como uma breve introdução e Notícias de Amor a esse respeito. Anexo a isto, o conteúdo total deste Tesouro. (www.divinavontadenobrasil.com)

Apresento-vos tudo o que está contido neste Tesouro, em sintonia e comunhão com as seguintes citações da Sagrada Escritura, rezando:

“… para que os vossos corações recebam ânimo e, intimamente unidos no amor, alcancem em toda a sua riqueza a plena inteligência e o perfeito conhecimento do Mistério de Deus, no qual estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência. Colossenses 2: 2, 3.

…até que todos cheguemos à unidade da fé e ao pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem perfeito, à maturidade da plenitude de Cristo”. Efésios 4: 13.

“…não cesso de dar graças por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação para o conhecerdes. perfeitamente”…
Efésios 1: 16, 17.

“E o Deus da paz… dispõe de todos os bens para cumprir a sua vontade, realizando em nós o que é agradável aos seus olhos, pela mediação de Jesus Cristo, A quem seja a glória para todo o sempre. Um homem”. Hebreus 13: 20, 21.

“ESTA É A VIDA ETERNA, QUE TE CONHEÇAM, O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, E A ELE, JESUS ​​CRISTO, A QUEM ENVIOU”. João 17: 3

CONSAGRO ESTA COMUNICAÇÃO À SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA, MÃE DO VERDADEIRO DEUS PARA QUEM VIVEMOS E NOSSA MÃE, PORTADORA DE NOSSO SENHOR E RAINHA DO SEU REINO; AQUELA QUE ESMAGA A CABEÇA DA SERPENTE; AQUELA QUE DÁ À LUZ AO SEU FILHO EM CADA ALMA QUE QUISER RECEBER. PEÇO A ELA QUE INUNDE OS CORAÇÕES DE TODAS AS ALMAS COM SEU AMOR MATERNO, PARA QUE ESTEJAM PREPARADOS PARA ACOLHER O GRANDE PRESENTE QUE AGORA NESSE TEMPO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE ELE DESEJA NOS DAR, E PARA O QUAL ELE MESMO NOS ENSINOU A FAZER PEÇA E ELE GUARDA SUA IGREJA INTEIRA PEDINDO HÁ 2.000 ANOS:

“PAI… NA TERRA COMO NO CÉU” Mateus 6: 10.

————————————————– – ———————————————–

Nesta comunicação você encontrará pela primeira vez, todos os escritos que contêm as Verdades e Conhecimentos que foram participados por Nosso Senhor Jesus Cristo, à agora Serva de Deus, Luisa Piccarreta, cuja Causa de Beatificação foi aberta pela Igreja em 24 de novembro de 1994, Solenidade de Cristo Rei, como resultado da diretriz dada no Sábado Santo, 2 de abril , 1994 pelo então Cardeal, José Ratzinger, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé e futuro Papa, SS. Bento XVI, e com o voto e aprovação do agora Santo, SS. João Paulo II.

O conteúdo desses escritos foi recebido por Luísa diretamente do Senhor Jesus, e ela, sob a estrita obediência de seus confessores, ele o escreveu durante um período de 40 anos. Esses escritos foram mantidos nos Arquivos do Vaticano por quase 60 anos, até que foram disponibilizados ao Tribunal da Causa de Beatificação em 2 de fevereiro de 1996, festa da Apresentação. Antes de 1927, os escritos de Luisa até hoje (os primeiros 19 volumes e As Horas da Paixão), já haviam obtido um “Nihil Obstat” pelo agora Santo Aníbal María Di Francia (Censor da Arquidiocese), e o Imprimatur do Arcebispo do lugar Mons. Giuseppe M. Leo.

Em 18 de dezembro de 1997, o Rev. Cosimo Reho, Professor de Teologia Dogmática, enviou sua avaliação dos escritos ao Tribunal da Causa de Beatificação, em resposta ao pedido de avaliação que o Tribunal havia feito. O mesmo foi feito anteriormente pelo Rev. Antonio Resta, Reitor do Pontifício Instituto Teológico do Sul da Itália, em 2 de junho de 1997.

Esses dois teólogos, independentemente comissionados pelo Tribunal para fazer tal avaliação de todos os seus escritos, deram seu veredicto POSITIVO. Em 29 de outubro de 2005, SE Dom Giovan Battista Pichierri. Archivoscovo di Trani, Barletta – Bisceglie e titolare di Nazaret, em Corato, Itália, encerrando a investigação diocesana (“Inchiesta diocesana”) sobre a fama de santidade, com a coleta de testemunhos e documentos, e com o veredicto POSITIVO dos dois teólogos encomendado pela Diocese, transmitiu ao Santo Padre o juízo final sobre a santidade da Serva de Deus Luisa Piccarreta.

Em comunicado datado de 30 de maio de 2008, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, o Arcebispo informou ” Devem também descrever em sua opinião a personalidade e a espiritualidade do Servo de Deus. Como já mencionado, a Congregação para as Causas dos Santos atribuiu este trabalho a dois outros Censores teológicos, aos quais pediu o veredicto. v Depois de quase três anos, chegou a seguinte notícia: Corato (Itália), 23 de julho de 2010.- Irmã Assunta Marigliano, Presidente da Pia Associação “Luisa Piccarreta – Piccoli figli del Divino Volere”, com sede em Corato, Itália, e responsável por promover a Causa de Beatificação e Canonização da Serva de Deus Luisa Piccarreta, divulgou hoje, extraoficialmente, uma grande notícia sobre a Causa de Luisa que nos enche de alegria: sabe que TAMBÉM o segundo teólogo encomendado pela Santa Sé para revisar os escritos do Servo de Deus, Luisa Piccarreta, terminou seu trabalho e deu seu veredicto oficial POSITIVO.

Jesus Nosso Senhor a Luisa – Volume 12, 8 de fevereiro de 1921 “….e estou preparando para vocês uma ERA DE AMOR…! … em que meu Amor se desabafe de uma forma maravilhosa e inédita… quero você junto comigo preparando esta ERA DE AMOR CELESTE E DIVINO…”

A sublime importância destes escritos é continuamente manifestada por Nosso Senhor a Luísa, e é através da Sua Igreja que esta Notícia chegará a todos. Com este veredicto POSITIVO dos outros dois teólogos designados pela Santa Sé, a Igreja ratifica mais uma vez A PUREZA DA DOUTRINA SOBRE A DIVINA VONTADE NELE MANIFESTADA. Em uma das muitas citações sobre a importância desses escritos, menciono aqui a de 10 de fevereiro de 1924, onde Jesus diz a Luísa: “Eu, No meu Onividente vejo que ESTES ESCRITOS serão para a minha Igreja como um novo sol que se levantará no meio dela… Portanto, RENOVANDO A MINHA IGREJA, TRANSFORMARÃO A FACE DA TERRA… é o mais puro, o mais belo, não está sujeito à sombra da matéria ou do interesse, tanto na ordem sobrenatural quanto na ordem natural, por isso será, como o sol, o mais penetrante, o mais fértil e o mais bem-vindo e aceito. E como é Luz, por si mesma se fará entender e fará seu caminho.

Não estará sujeito a dúvidas ou suspeitas de erro, e se uma palavra não for compreendida, será por causa de demasiada Luz que, eclipsando a inteligência humana, não permitirá compreender toda a plenitude da verdade, mas VÓS NÃO CONSEGUI ENCONTRAR UMA PALAVRA QUE NÃO SEJA VERDADE, PELO MENOS, NÃO SERÁ POSSÍVEL COMPREENDER ISSO COMPLETAMENTE. Tive que preparar as coisas, arranjar os meios, sobrecarregar o bispo… Tive que realizar um dos meus maiores prodígios. Achas que é fácil obter a aprovação de um Bispo?… Não vês na aprovação do Bispo o triunfo da minha Vontade e, portanto, a minha grande glória e A NECESSIDADE DO CONHECIMENTO DO SUPREMO SERÁ CONHECIDO...?”

VAMOS VER O PORQUÊ ABAIXO NESTA E OUTRAS CITAÇÕES A RESPEITO

4 de abril de 1928 Luisa falando: Eu estava fazendo minha volta no Fiat Divino, e tantos pensamentos sobre a Vontade Suprema se formaram em minha mente e pensei comigo mesmo: “COMO PODE SER QUE APENAS CONHECENDO AS CRIATURAS O CONHECIMENTO DA VONTADE DIVINA, SEU REINO PODE CHEGAR?

Se Ele fez tanto para vir ao Reino da Redenção, não bastava saber, mas Ele trabalhou, sofreu, morreu, fez milagres, e agora para o Reino do Fiat Divino, que é mais que Redenção, SÓ VAI O CONHECIMENTO É SUFICIENTE? Enquanto pensava nisso, meu amável Jesus moveu-se dentro de mim e me disse:

“Minha filha, criaturas, para formar a menor coisa, precisam de obras, passos e matérias-primas, mas Deus, seu Jesus, não precisa de nada para criar e formar as maiores obras, até mesmo o universo inteiro; PARA NÓS A PALAVRA É TUDO, NÃO FOI TODO O UNIVERSO CRIADO SOMENTE COM A PALAVRA? E para o homem desfrutar de todo este universo, bastou-lhe conhecê-lo; ESTES SÃO OS CAMINHOS QUE A NOSSA SABEDORIA TEM, QUE USAMOS A PALAVRA PARA DAR E O HOMEM DEVE USAR O CONHECIMENTO DO QUE DIZEMOS E FIZEMOS COM A NOSSA PALAVRA PARA RECEBER. De fato, se alguém não conhece todas as variedades das plantas que estão espalhadas pela terra, não desfruta nem possui os frutos das plantas que não conhece, PORQUE EM NOSSA PALAVRA NÃO EXISTE APENAS A FORÇA CRIATIVA, MAS UNIDA A ELA ESTÁ A FORÇA COMUNICATIVA QUE SERVE PARA COMUNICAR ÀS CRIATURAS O QUE DIZEMOS E FIZEMOS, MAS SE NÃO SABEM, NADA LHE É DADO.

O que o homem acrescentou para aproveitar a luz do sol e receber seus efeitos? Nada, nem acrescentou nada à água que bebe, ao fogo que o aquece e a tantas outras coisas criadas por Mim, mas eu precisava conhecê-las, caso contrário, teria sido para o homem como se eles não existissem. O CONHECIMENTO É O PORTADOR DA VIDA DO NOSSO ATO E O PORTADOR DA POSSE DO HOMEM DOS NOSSOS BENS, PORTANTO O CONHECIMENTO DA MINHA VONTADE TEM A VIRTUDE DE FORMAR O SEU REINO NO MEIO DAS CRIATURAS, PORQUE TAL TEM SIDO NOSSO PROPÓSITO EM MANIFESTÁ-LAS. viii … POR ISSO FOI NECESSÁRIO O CONHECIMENTO DA MINHA VONTADE, PARA FAZER A NOSSA PALAVRA CRIATIVA, que fala e cria, fala e comunica, fala e transforma, fala e vence, fala e faz surgir novos horizontes, novos sóis para todo o conhecimento que tem se manifesta, para que formem tantos doces encantos, que a criatura, surpreendida, será conquistada e investida pela LUZ DA MINHA ETERNA VONTADE, porque NADA É NECESSÁRIO PARA O SEU REINO VIRÁ, A NÃO SER QUE AS DUAS VONTADES SE BEIJAM, AQUELE SE PERDE NO OUTRO, MEU PARA DAR E A VONTADE HUMANA PARA RECEBER. Por isso MINHA PALAVRA CRIATIVA, ASSIM COMO FOI SUFICIENTE PARA CRIAR O UNIVERSO, SERÁ SUFICIENTE PARA FORMAR O REINO DO MEU FIAT, MAS É NECESSÁRIO QUE AS PALAVRAS QUE EU DISSE, O CONHECIMENTO QUE MANIFESTEI, SEJAM CONHECIDOS EM PARA PODER COMUNICAR O BEM QUE CONTÉM A MINHA PALAVRA CRIATIVA, POR ISSO INSISTO TANTO PARA QUE O CONHECIMENTO DA MINHA VONTADE, O PROPÓSITO PELO QUE MANIFESTEI, SEJA CONHECIDO, PARA REALIZAR O MEU REINO QUE ASSIM VARRO PARA DÁ-LO ÀS CRIATURAS, e pisarei o céu e a terra para obter meu intento.”

16 de setembro de 1928 “Agora, quando vim à terra para tomar carne humana, fiz uso da semente da Soberana do Céu, e pode-se dizer que junto com Ela trabalhamos para formar novamente este nosso reino no humano gerações, portanto, NÃO HÁ OUTRA COISA QUE SABER PARA POSSUÍ-LO, e por isso estou manifestando o que pertence ao Reino e à minha Divina Vontade, para que a criatura percorra seus caminhos, siga nossos passos e entre em posse Dele, e minha Divina Vontade com seu Calor e Luz repetirá o prodígio de remover os humores nocivos que o germe humano possui, e com certeza, colocará o germe de sua Luz e Calor e a vida será constituída a partir do germe e assim o A posse será trocada: minha Divina Vontade tomará posse do germe para formar nele sua Vida de Luz, de Calor e Santidade, e a criatura voltará a tomar posse do Reino de meu Divino Fiat. Então veja, minha filha, tudo está preparado, NÃO É NECESSÁRIO OUTRA COISA A NÃO SER DAR CONHECIMENTO, e é por isso que tenho tanta pressa em dar a conhecer o que diz respeito à minha Divina Vontade. colocar nas criaturas o desejo de possuir um bem tão grande, para que minha Vontade, atraída por seus desejos, possa concentrar seus raios luminosos e com seu calor realizar o prodígio de restaurar o direito de possuir seu reino de paz, felicidade e santidade.”

 

19 de março de 1928 “…Minha filha, você está feliz e eu estou aflito, se você soubesse que peso enorme pesava sobre os de Messina, porque enquanto eles estavam interessados ​​em ter os escritos, eles os tinham para dormir; Eles eram prisioneiros de uma Vontade Divina e, vendo a inatividade com que eram mantidos, permiti que fossem devolvidos. Agora esse peso pesa sobre aqueles que os fizeram vir com tanto interesse; se não cuidarem de si mesmos, também serão culpados de uma Vontade Divina, e se você soubesse o que significa ser culpado de tal Vontade Santa, significa tê-la bloqueada, impedida, enquanto Ela anseia, anseia que os impedimentos sejam removidos, E ESTES SERÃO REMOVIDOS FAZENDO-A CONHECIDA. …

Ela é cheia de Vida, ela se move por toda parte, ela envolve tudo, e esta Vida vive como se sufocada no meio das criaturas PORQUE NÃO SE SABE, e Ela geme porque quer a liberdade de sua Vida e é obrigada a ter em Si os raios de sua Luz sem fim, PORQUE NÃO SE CONHECE. Agora, quem é o culpado por tantas dores da minha Divina Vontade? Quem deveria estar interessado em torná-lo conhecido e não o faz. Será que talvez meu propósito tenha sido dar tantas notícias sobre meu Fiat, sem o fruto desejado de dar a conhecer? Não, não, quero a Vida do que disse, quero fazer brilhar o novo Sol, quero o fruto de tanto conhecimento que manifestei, quero que meu trabalho tenha o efeito desejado. Veja então COMO É NECESSÁRIO QUE SEU CONHECIMENTO SEJA CONHECIDO E ABRA SEU CAMINHO NO MEIO DAS CRIATURAS, PARA TRAZER A CADA UM A VIDA DA MINHA VONTADE COM A FONTE DOS BENS QUE ELA CONTÉM… …MAS SE DEIXAR ESTE CONHECIMENTO DORMIR SEM COLOCANDO-OS NO MEIO DAS CRIATURAS, INFLUIRÃO OS ACONTECIMENTOS QUE ESTOU PREPARANDO; que contas eles vão me dar? ENQUANTO COM ESSE CONHECIMENTO ESTOU PREPARANDO A RENOVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DA FAMÍLIA HUMANA.”

 

13 de janeiro de 1929 “MINHA FILHA, QUANDO UM BEM É UNIVERSAL E DEVE E PODE TRAZER BEM A TODOS, É NECESSÁRIO QUE TODAS AS PESSOAS, E SE NÃO TODAS, EM GRANDE PARTE, SAIBAM O BEM QUE DEVEM RECEBER… o bem que se deve receber é universal, A FORÇA DAS PESSOAS É NECESSÁRIA PARA ALCANÇAR… … SE A NOTÍCIA NÃO SE DIVULGA, MINHAS MANIFESTAÇÕES NÃO FUNCIONAM COMO ARAUTOS, Nem o conhecimento sobre meu divino Fiat voa de boca em boca, que formará a concepção dele nas mentes, orações, suspiros e desejos das criaturas. MEU DIVINO NÃO FARÁ O RENDA TRIUNFAL DE VIR REINAR SOBRE A TERRA . COMO É NECESSÁRIO QUE O CONHECIMENTO DO MEU FIAT SEJA CONHECIDO, E NÃO SÓ ISSO, MAS QUE SEJA DIVULGADO QUE O MEU DIVINO JÁ QUER REINAR COMO NO CÉU ASSIM NA TERRA ENTRE AS CRIATURAS…”

 

7 de agosto de 1929 “ MINHA FILHA, OS PRINCIPAIS MEIOS PARA FAZER MEU FIAT DIVINO REINAR NA TERRA SÃO SEUS CONHECIMENTOS. O CONHECIMENTO FORMARÁ OS CAMINHOS, DISPONIRÁ A TERRA PARA SER SEU REINO… …O CONHECIMENTO DO MEU DIVINO MOSTRARÁ NOS CORAÇÕES A ESPERANÇA, O DESEJO DE RECEBER TANTO BEM. Esta é uma condição forçada, UM BEM NÃO PODE SER QUERIDO, NEM RECEBER, SE NÃO SE CONHECE… ASSIM OS FUNDAMENTOS, A ESPERANÇA, A CERTEZA DO REINO DA MINHA DIVINA VONTADE, SERÁ FORMADA PELO SEU CONHECIMENTO… POR ISSO O QUE EU PRECISO É QUE VOCÊ CONHEÇA O CONHECIMENTO DO MEU FIAT, O RESTO VIRÁ POR SI MESMO.” x “AINDA TENHO MUITO O QUE LHE DIZER, MAS AGORA VOCÊ NÃO CONSEGUE. QUANDO ELE vier, O ESPÍRITO DA VERDADE, ELE VOS GUIARÁ À TODA VERDADE” João 16: 12, 13. Queridos irmãos no Senhor, como já disse antes, Ele colocou em meu coração a urgência e a responsabilidade de enviar-lhes esta Notícia , bem como todos os escritos. Talvez Ele, em Seus desígnios, queira levar alguns de vocês para serem OS ARAUTOS DESTA NOTÍCIA.

 

Abaixo você encontrará algumas citações sobre este tema crítico para o seu discernimento:

Nosso Senhor Jesus a Luísa em 6 de novembro de 1926: “Minha filha… é assim que vai acontecer para o Reino do Supremo FIAT. Faremos isso juntos, minha filha… e quando tudo acabar, ENTREGAREI O MEU REINO A MEUS MINISTROS… Você acha que é coincidência que o padre di Francia tenha vindo, que mostra tanto interesse e que tem levou a sério a publicação do que se refere ao meu testamento? Não, não, eu arranjei, é um ato providencial da Vontade Suprema que o quer como o primeiro apóstolo do Fiat Divino e seu arauto, e como ele é o fundador de uma obra é mais fácil para ele se aproximar dos BISPOS , SACERDOTES e pessoas em seu mesmo instituto para anunciar o Reino da minha Vontade…” Nosso Senhor a Luisa em 18 de janeiro de 1928: “Porque faço uso das minhas obras do SACERDÓCIO, e assim como tive o Sacerdócio para preparar o povo antes de minha vinda e o Sacerdócio de minha Igreja para confirmar minha vinda e tudo o que fiz e disse, assim terei o SACERDÓCIO DO REINO DA MINHA DIVINA VONTADE. …Gosto de ver o interesse que os SACERDOTES têm por esses escritos que formarão o Reino da minha Vontade. Isso significa que eles apreciam o grande bem deles e cada um gostaria de ter consigo um tesouro tão grande, ser o primeiro a comunicá-lo aos outros… Alegro-me que outros ministros meus saibam que existe um grande tesouro de dar a conhecer o Reino de Deus, a Minha Divina Vontade, e a utilizo para formar OS PRIMEIROS SACERDOTES DO MEU FUTURO REINO DO MEU FIAT. Minha filha, é uma grande necessidade formar OS PRIMEIROS SACERDOTES…”

 

Nosso Senhor a Luísa em 10 de outubro de 1928: “Meu Amor reprimido é uma das maiores dores para Mim, o que me deixa calado e triste, porque não ter vida minha primeiras chamas, não posso tirar as outras que me devoram e me consomem; e por isso AQUELES SACERDOTES que quiserem se encarregar de tirar de mim este fardo, dando a conhecer meus muitos segredos publicando-os, darei a eles tanta graça surpreendente, força para fazê-lo e luz para saber, eles primeiro, o que eles darão a conhecer aos outros. Eu estarei no meio deles e guiarei tudo.”

 

Nosso Senhor a Luísa em 13 de janeiro de 1929: xi “Como é necessário que o conhecimento sobre meu Fiat seja conhecido, e não apenas isso, mas que seja conhecido que minha Divina Vontade já quer vir a reinar como no Céu, assim na terra no meio das criaturas; e os SACERDOTES, como novos profetas, têm o encargo, e com a palavra, com o que está escrito e com as obras, AGIR COMO ARAUTOS PARA DAR CONHECIMENTO DO QUE DIZ O MEU FIAT DIVINO”. Luisa na hora 24 das Giras na Vontade Divina: “Meu Jesus, depois de ressuscitar, você não parte imediatamente para o Céu, isso me confirma que você quer estabelecer o Reino da Vontade Divina na terra… Eu te sigo passo a passo com meu “eu te amo…” enquanto você aparece para sua Mamãe …, a Madalena, aos Apóstolos, e pedes que a tua Divina Vontade seja conhecida por todos, MAS DE FORMA ESPECIAL PELOS SACERDOTES, que por sua vez, COMO NOVOS APÓSTOLOS, A DÃO CONHECIDA A TODO O MUNDO”.

 

22 de março de 1929 “Minha filha, … se eu chamei meu ministro para que você se confiasse a ele para torná-lo conhecido, meu propósito foi para que ele tivesse interesse em dar a conhecer tanto, E SE POR QUEM DEVERIA PARA CUIDAR DESSE INTERESSE NÃO EXISTE, O REINO DA MINHA VONTADE O COLOCARIA EM PERIGO DE FAZÊ-LO MORRER AO NASCIMENTO, deixando-os culpados de todo o bem que tal reino santo pode trazer; Eles também mereceriam que, deixando-os de lado, eu chamasse outros de arautos e propagadores do conhecimento do meu Divino Fiat. …APENAS UM PRECISA DE ALGUÉM QUE SE OFEREÇA A FAZER O ARAUTO, E COM ANIMAÇÃO, SEM TEMER NADA, ENFRENTE TODOS OS SACRIFÍCIOS NECESSÁRIOS PARA DAR A CONHECIMENTO” VIDA PRÓPRIA PARA DIVULGAR SEU CONHECIMENTO, O REINO DA MINHA VONTADE NÃO PODERÁ TER COMEÇO, NEM SUA VIDA NA TERRA.”

Corato, 3 de junho de 1940. Trecho de uma carta de Luisa a Federico Abresch: “Vê-se que o demônio está roendo de raiva por não querer que a Vontade Divina seja conhecida… TE ENVIARIA MILHARES; MAS É A ABSOLUTA VONTADE DE DEUS QUE CUIDAMOS DE DIVULGÁ-LO, MESMO AO CUSTO DA NOSSA PRÓPRIA VIDA; E EM VEZ DE SER PRESUNTIVO COMO VOCÊ DIZ, SERÁ O DEVER SANTO, e quem cuida de Jesus o terá como favorito de seu Coração, dando-lhe o primado em seu Reino”.

——————————————

“COMO OUVIRÃO SEM SER PREGADO ? E COMO PREGARÃO SE NÃO FOREM ENVIADOS? COMO DIZ A ESCRITURA: QUE LINDOS OS PÉS DE QUEM ANUNCIA BEM! MAS NEM TODOS OBEDECEM AS BOAS NOVAS.” Romanos 10: 14-16. xii É também totalmente evidente nos escritos, que o Senhor pede que estes escritos sejam lidos NA ORDEM EM QUE FORAM DADOS, e SEM OMITAR OU MUDAR NADA, e EM SUA TOTALIDADE, assim como Ele também pede incessantemente, QUE SEJAM CONHECIDO.

O Senhor diz a Luisa em 16 de julho de 1922: “…aqui está a razão da minha urgência de que tudo o que eu disse a você seja conhecido, e se você não fizesse isso, você viria como se fosse restringir minha vontade, aprisionar em Mim as chamas que Me devoram e Me fazem atrasar a glória completa que a Criação Me deve. SÓ QUERO QUE AS COISAS SEJAM ORDENADAS, porque falta uma palavra, um link, uma conexão faltante, meio capítulo, EM VEZ DE ILUMINAÇÃO, LANÇARÁ TREVAS, e em vez de me fazer dar glória e amor, as criaturas permanecerão indiferentes, pois atento, eu quero que o que eu disse SAIR”.

Ele também lhe diz em 30 de janeiro de 1927: “Eis por que a necessidade de conhecimento… Por isso é necessário que TUDO seja conhecido, para tornar o meu Reino TODO COMPLETO e não fazer NADA faltar…”. Em 25 de março de 1928, ele lhe diz: “…Portanto, até que minha Divina Vontade seja conhecida COM TODO SEU CONHECIMENTO, seus passos serão impedidos, e o bem que você quer fazer às criaturas será suspenso”.

Em 24 de julho de 1934, ele disse a ela: “… e quando TODAS as verdades que decidimos trazer à tona forem manifestadas, TODAS JUNTAS essas nobres rainhas atacarão nosso Ser Divino, e como um exército invencível, com nossas próprias armas divinas eles nos derrotarão e obterão o triunfo do Reino da Vontade Divina na terra…”. Caros irmãos, somente quando estes escritos são lidos na ordem, no contexto de sua totalidade, e à luz da Sagrada Escritura, do Catecismo e da Tradição da Igreja, pode-se compreender e aceitar o que neles está contido. Como nos Evangelhos, nesses escritos também há aparentes contradições, declarações parciais, declarações que parecem ter outro significado, etc., etc., etc.; portanto, apenas lendo-os desta forma, E EM SEU CONTEXTO COMPLETO, é possível chegar a um acordo completo de seu conteúdo e entender que essas Verdades e Conhecimentos se expandem gradualmente através dos escritos e se apóiam e concordam plenamente entre si e com a Sagrada Escritura e os ensinamentos da Igreja.

————————————————————–

Quero salientar que todos os 36 volumes escritos por Luisa encontrados nesta link (www.divinavontadenobrasil.com)
foram traduzidos do espanhol e contêm alguns erros de ortografia, escrita ruim e pontuação muito ruim, provavelmente alguns erros de transcrição e outros erros menores. Tudo isso se deve principalmente à extraordinária magnitude dessa imensa obra, traduzida para o espanhol da língua italiana em que foram manuscritas, língua que se mistura com o dialeto da região onde Luisa viveu e realidade que os torna difíceis de traduzir. Esta tradução é preliminar e rudimentar, mas preserva fielmente a substância e a essência do conteúdo. É tão importante que esses escritos já sejam lidos em ordem e na íntegra por quem desejar mergulhar neste oceano tão vasto de luz e de amor da Divina Vontade de Deus.

——————————————————————

Agora, em relação a Luísa, podemos também dizer com absoluta certeza e convicção, que ela viveu uma vida santa, de oração e sofrimento, e que até hoje perdurou a fama de santidade atestada pelos contemporâneos desta Serva de Deus. Ela sempre esteve sob a custódia e direção contínua da Santa Madre Igreja, como poucos, se houver, jamais estiveram, e sempre foi obediente e submisso a Ela em tudo. Isso foi documentado com muita precisão pelo cuidado de seus confessores, escolhidos por seus Bispos desde o ano de 1884 até sua morte em 1947.

Foi precisamente por tudo isso que o Arcebispo de Trani, depois de receber da Santa Sé o “Não Obstare”, abriu sua Causa de Beatificação em 24 de novembro de 1994, festa de CRISTO REI, e Luísa foi designada Serva de Deus pela Santa Igreja. Todas as investigações até hoje, verificar e confirmar sem dúvida, tudo dito aqui. Ela anotou tudo o que o Senhor lhe disse durante aquele período de 40 anos, em cadernos simples como os da escola. Ele escreveu um total de 36 cadernos, que foram simplesmente numerados sucessivamente de 1 a 36.

Estes são agora conhecidos como volumes. É todo um conjunto progressivo de ensinamentos dos Conhecimentos e Verdades que o Senhor lhe comunicou “gole a gole”, e que Luísa escreveu, meditou, pôs em prática e FEZ VIDA NELA. Tudo lhe foi dado de forma ordenada para o seu crescimento progressivo, primeiro na Santidade humana (exercício das virtudes, etc., evidente nos volumes 1 a 10), e depois na SANTIDADE DIVINA (exercício das virtudes à maneira Divina e de “ VIDA na Vontade Divina”, como vivida POR NATUREZA PELO SENHOR EM SUA HUMANIDADE COMO A SEDE DE SUA DIVINDADE, por DOM em Adão quando ele foi criado, e então em nossa Mãe Santíssima como ela foi criada e concebida (evidente nos volumes 11 a 36).

O Senhor em Seus desígnios deu a conhecer e deu graças extraordinárias a Luísa para que ela pudesse aceitar e fazer Vida nela estas Verdades e Conhecimentos sobre a Vontade Divina, para que através dela possam ser comunicados a todos, e assim também a nós, com Vossa Graça, que possamos conhecê-los, acolhê-los e torná-los Vida em cada um de nós, na medida e plenitude que Ele designou para cada um em nossa missão terrena de crescer “à imagem e semelhança de Deus” (Gênesis 1 : 26), e de ser “participantes da Sua Vida Divina” (2 Pedro 1: 4, Catecismo # 375, LG 2, 2) sendo “UM nele” (João 17: 21) ”

NA TERRA como no céu “(Mateus 6: 10), o propósito para o qual fomos criados por Ele. (veja breve biografia e informações adicionais na página XIX desta introdução) Nestes escritos NÃO HÁ “nova revelação”, pois tudo o que o Senhor nos ensina neles, já foi feito e vivido por Ele. Como já sabemos: ” TUDO QUE CRISTO VIVEU NOS PERMITE VIVER NELE, E QUE ELE VIVA EM NÓS” (Catecismo 521), “porque nEle reside corporalmente toda a plenitude da Divindade, e nEle alcançais a plenitude…”Col 2: 9,10

e é “por Ele, com Ele e Nele” que tudo é e existe. João 1:1-3,

“…porque nele foram criadas todas as coisas,…tudo foi criado por ele e para ele”. Col. 1: 16.

“Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai se não for por Ele”. João 14: 6.

Agora, o Evangelho também nos diz que “Há também muitas outras coisas que Jesus fez. Se você escrever um por um, Acho que nem o mundo inteiro seria suficiente para conter os livros que foram escritos”. João 21: 25,

e também, que “… O ESPÍRITO DA VERDADE TE GUIARÁ À COMPLETA VERDADE… PORQUE ELE RECEBERÁ O QUE É MEU E TE MOSTRARÁ” João 16: 12-15.

Também sabemos através do Catecismo, que “Embora A REVELAÇÃO ESTEJA TERMINADA, NÃO ESTÁ COMPLETAMENTE EXPLÍCITA” Catecismo nº 66.

Isso fica óbvio quando vemos como o Espírito Santo nos últimos 2.000 anos continua Sua tarefa de nos revelar progressivamente através de Sua Igreja tudo o que é necessário para restaurar nossas vidas em Deus. Assim como a Igreja vem proclamando Dogmas e Decretos sobre nossa Fé ao longo dos séculos; assim como o Senhor nos revelou sobre Seu Sagrado Coração através de Santa Margarida Alacoque, e assim como Ele nos revelou através de Santa Faustina sobre Sua Misericórdia, É ASSIM QUE ELE NOS MANIFESTA AGORA ATRAVÉS DE LUISA SOBRE SUA DIVINA VONTADE.

Nestes escritos, o Senhor nos ensina pela primeira vez, e através desses Conhecimentos e Verdades, como Ele quer que voluntariamente acolhamos e façamos vida dentro de nós este Dom de Sua Vontade reinando e operando em nós como a Vida primordial de nossos atos e de toda a nossa vida, para que animados por Ela e trabalhando em UNIDADE com Ela nEle, possamos assim ser restituídos à ordem, à posição e ao propósito para o qual fomos criados, pois é somente nela reinando e agindo em nós, e operamos Nele, para que possamos ser

“UM em Deus” (Jo 17:21), “à imagem e semelhança Dele” (Gn 1:26), e “participantes de Sua Vida Divina” ” (2 Pedro 1:4, Catecismo #375, LG 2, 2),

“NA TERRA como no céu” (Mateus 6:10). É esta nossa natureza original na qual Deus nos criou em total perfeição. Somente assim podemos dar a Deus o amor, a honra e a glória de que cada um de nós pertence a Ele, assim como Ele era, e assim como nosso Pai Adão fez antes de se separar da Vontade Divina (“árvore da Vida” – Gênesis 2: 9 ), Vida e Ato Primário de sua vida e de todos os seus atos.

Claro que não podemos nos separar da Vontade Divina COMO FONTE DE VIDA (Apocalipse 4: 11, 1 Tm 2: 4, 1 Ts 4: 3), pois é Imensa, Infinita, etc., e nela Deus é se encontra em tudo e em todos, mas podemos, com nosso livre arbítrio, rejeitá-la como a Vida primordial de nossas vidas e de nossas ações, assim como fez Luzbel, e mais tarde nosso Pai Adão, de quem todos herdamos nossa condição atual. xv É nesses escritos que o Senhor nos deu por meio de Sua Igreja, onde Ele nos manifesta explicitamente o “Mistério de Sua Vontade” (Efésios 1: 9 – Apocalipse 10: 7)

e não apenas reitera como fazer Sua Vontade (já manifestada nos Mandamentos, nas Escrituras e no Catecismo e Magistério da Igreja), mas também nos ensina esta dimensão de como “VIVER NA SUA VONTADE” com tudo o que está contido nela. Isso é tão incrivelmente importante, mas também tão incrivelmente simples, que poucos vão querer acreditar primeiro, porque embora seja assim que Deus vai restaurar tudo e todos à sua origem, basta que conheçamos esse Dom, que nós o queremos livremente, que o aceitemos totalmente e que o façamos VIDA em nós, e claro, que sempre façamos a Vontade de Deus em TUDO, pois seria impossível “VIVER em Sua Vontade” se nem sempre fizermos Sua Vontade. Deus fará todo o resto.

“Viver na Vontade Divina”, ou seja, “fazer a Vontade de Deus, como no Céu, assim na terra”, é o Reino que o Senhor pede no Pai Nosso (“… TERRA como no céu” Mateus 6:10), que temos pedido nos últimos 2000 anos. É por isso que me atrevo a dizer: se Jesus, o Verbo Encarnado, pediu e deixou Sua Igreja pedindo, como então Ele não deveria vir? Quando acolhemos livremente e fazemos da Vida em nós o Dom de Sua Divina Vontade reinando e operando em nós que Ele agora quer nos dar novamente, finalmente chegaremos a cumprir plenamente esta oração e, como resultado de tal cumprimento, o poder de alcançar a plenitude do que Ele mesmo pede ao Pai: “Pai, que todos sejam UM, como Teu Pai em Mim e Eu em Ti. Que eles sejam UM em Nós”. João 17: 21.

É através do Conhecimento e das Verdades que o Senhor nos dá agora nestes escritos no âmbito de Sua Igreja, que além de sabermos o que Ele fez em Seus Atos externos, também saberemos o que Ele fez em Seus interiores; não só o que Sua Humanidade fez em Sua Divindade, e de cujos frutos viveram aqueles que acolhem a Cristo Jesus como Rei e Salvador, mas também o que Sua Divindade fez em Sua Humanidade, de modo que ainda agora “podemos assim vivê-lo nEle”. “, e Ele a vive em nós” (Catecismo nº 521) nesta outra dimensão que Nosso Senhor, nossa Mãe Santíssima, e a filhinha de Sua Vontade, Luísa, já fizeram, mas que ainda precisamos fazer, porque não é até agora que Ele queria que a conhecêssemos, pois a hora ainda não havia chegado.

Este é o único Reino de que fala a Escritura, que virá antes do fim do mundo, e como já foi dito, no qual nosso Senhor Jesus Cristo e nossa Mãe Santíssima, REI E RAINHA DESTE REINO, já viveram na terra, e que agora, através dos Conhecimentos e Verdades que o Senhor nos mostra nestes escritos, Ele reinará progressivamente “na terra como no Céu”, porque sabemos que “…em Cristo, Deus nos deu a conhecer o Mistério da Sua Vontade… para realizá-lo na plenitude dos tempos: fazer com que TUDO tenha Cristo como Cabeça, o que está no céu e o que está na terra”. (Efésios 1: 9, 10),

e que ELE REINARÁ ATÉ “ENTÃO, NO FIM, Cristo entregará o Reino a Deus Pai, DEPOIS de ter destruído todo principado, domínio e potestade, PORQUE ELE DEVE REINAR ATÉ QUE ponha TODOS OS SEUS INIMIGOS DEBAIXO DE SEUS PÉS 1 Cor. 15: 24, 25- Hebreus 10: 13, porque “… no momento ainda não vemos que tudo está sujeito a ele” Hebreus 2: 8. xvi É em vista de tudo isso que podemos agora entender as palavras de São Bernardo: “Sabemos de uma tríplice vinda do Senhor. Além do primeiro e do último, há uma vinda intermediária. Esses são visíveis, mas este não é… Assim, na primeira vinda o Senhor veio em carne e fraqueza; NESTE SEGUNDO EM ESPÍRITO E PODER; e no último em Glória e Majestade”. Liturgia das Horas-Tempo do Advento.

O Senhor diz a Luisa em 17 de maio de 1925: “…se a Criação é atribuída ao Pai, enquanto as Pessoas Divinas estão sempre unidas em ação, a Redenção é atribuída ao Filho, e a FIAT VOLUNTAS TUA ATRIBUIRÁ A O ESPÍRITO SANTO. É precisamente na “FIAT VOLUNTAS TUA” onde o Espírito Santo fará uma efusão completa da sua obra”.

Acredito que com isso também podemos entender mais claramente o que o Senhor disse a Luísa em 21 de dezembro de 1937: “Minha boa filha, está decretado no consistório da Santíssima Trindade que minha Divina Vontade terá seu reino na terra, e Como são necessários muitos prodígios nós os faremos, não pouparemos nada para ter o que queremos. Mas sempre usamos em nossas ações as formas mais simples, mas poderosas, ambas, para subjugar o Céu e a terra e todas as criaturas no ato que desejamos. Você deve saber que na Criação, para infundir vida no homem, só foi necessário nosso Sopro Onipotente, mas quantos prodígios encerrados nesse Sopro! Criamos a alma dotando-a dos três poderes, verdadeira Imagem de nossa adorável Trindade… Veja, minha filha, o homem que não vive em nossa Divina Vontade, seus três poderes foram obscurecidos, e nossa adorável Imagem nele foi deformada, de modo que ele perdeu o primeiro Batimento do Coração de Deus Amor nele, seu; ele perdeu o Sopro Divino em seu sopro humano; antes, não que a tenha perdido, mas que não a sinta, por isso não sente a circulação da Vida Divina, o movimento do bem, o calor do Amor Supremo, o Verbo de Deus na sua, a visão poder olhar para o seu Criador; tudo foi obscurecido, impedido, enfraquecido e talvez também deformado. Agora, o que é necessário para restaurar este homem?

NÓS TRAZEREMOS NOSSO RESPIRO A ELE NOVAMENTE com amor mais forte e crescente, sopraremos nosso fôlego nas profundezas da alma, colocaremos nosso Alento mais fortemente no centro de sua vontade rebelde, mas tão forte a ponto de sacudi-lo dos males aos quais está ligado; suas paixões permanecerão aterrorizadas e aterrorizadas diante do poder de nosso Sopro; eles se sentirão queimados por nosso fogo divino, e a vontade humana sentirá a Vida palpitante de seu Criador, que, como um véu, esconderá dentro de si e será novamente portadora de seu Criador. Ah, como você vai ser feliz! COM A NOSSA RESPIRAÇÃO A RESTAURAMOS, A CURAMOS, A REESTABELECEMOS…

Vejam então o que é preciso para que a nossa Vontade venha a reinar na terra: O PODER DA NOSSA RESPIRAÇÃO ONIPOTENTE; COM ELE RENOVEMOS NOSSA VIDA NO HOMEM. Todas as verdades que manifestei sobre os grandes prodígios de viver em minha Vontade serão as mais belas propriedades, as maiores, do qual farei um presente. xvii Este também é um sinal seguro de que o reino da minha Vontade virá à terra, porque se eu falar, primeiro faço as obras e depois falo, minha palavra é a confirmação do dom, dos prodígios que quero fazer ; Portanto, que propósito haveria em manifestar minhas propriedades divinas, tornando-as conhecidas, se seu reino não viesse à terra?”

 

——————————————————-

 

Este é também o Reino de Jesus na Eucaristia, pois é somente com Sua Vontade Reinante e operando em nossas almas como a vida e o ato primário de todo o nosso ser, de toda a nossa vida e de todos os nossos atos ( nossa natureza original), que possamos acolher plenamente a Sua Vida que Ele nos dá neste Santíssimo Sacramento. Será então que poderemos verdadeiramente “receber, ver, sentir e viver” em nossas almas, Sua real Presença na Eucaristia, e será então que também poderemos dar verdadeira correspondência ao Seu Amor Infinito, com Sua própria Vida e com Seu próprio Amor que teremos feito vida em nós em Sua Vontade, onde TUDO seja encontrado.

Em 25 de setembro de 1913, Jesus diz a Luísa: “Pobre de mim, como me tratam no Santíssimo Sacramento! E tantas almas devotas que me recebem, talvez todos os dias; deveriam ser tantos santos se bastasse o centro da Eucaristia e, em vez disso, algo de que chorar, estão sempre no mesmo ponto: vaidosos, irados, escrupulosos, etc., pobre centro do Santíssimo Sacramento, que desgraça eu sou! … Digo-vos que os próprios Sacramentos produzem os seus frutos segundo as almas que estão sujeitas à minha Vontade, e segundo a ligação que têm com a Minha Vontade, assim produzem os seus efeitos. E se não houver conexão com a minha Vontade, comungarão mas permanecerão jejuando, confessarão mas permanecerão sempre sujos, virão à minha Presença Sacramental, mas se nossas vontades não se identificarem, ficarei por como mortos, PORQUE SÓ A MINHA VONTADE NA ALMA QUE NELA SE TORNA UMA, PRODUZ TODOS OS BENS E DÁ VIDA AOS MESMOS SACRAMENTOS NELA….”

O Senhor lhe diz em 5 de novembro de 1925: “Seu amor não para, passa por todos os Tabernáculos, cada Hóstia Sacramental, e em cada Hóstia você ouvirá o Espírito Santo gemer de dor indescritível. O Sacramento da Eucaristia não é apenas a Sua Vida para a Graça que as almas recebem, mas é a minha própria Vida que lhes é dada, por isso o fruto deste sacramento é FORMAR A MINHA VIDA NELA, e cada Comunhão serve para fazer crescer a minha vida. A vida, para desenvolvê-la, PARA QUE EU POSSA DIZER: “EU SOU OUTRO CRISTO.” Mas ai de mim! como poucos se aproveitam disso, ainda mais, quantas vezes desço aos corações e me fazem encontrar as armas para me ferir e me repetem a tragédia da minha Paixão, e assim que as espécies sacramentais são consumidas, em vez disso de me incitar a guardá-los, sou obrigado a sair banhado em lágrimas, chorando minha sorte sacramental, e não encontro ninguém que acalme meu choro e meus gemidos tristes. Se você pudesse quebrar esses véus da Hóstia que me cobrem, você me encontraria banhado em lágrimas sabendo o destino que me espera quando eu descer aos corações”.

Em 17 de outubro de 1928, ele lhe disse: “Aqui neste Tabernáculo, eu oro continuamente, mas você sabe qual é o meu primeiro pedido? Que minha Vontade seja conhecida, que Seu Império que me escondeu reine sobre todas as criaturas e reine e domine nelas, porque ENTÃO MINHA VIDA SACRAMENTAL TERÁ SEU FRUTO COMPLETO…”

 

—————————————————————-

 

ESSA É A VERDADEIRA NOVA ERA AGUARDADA POR TODOS, E É NOSSA MÃE SANTÍSSIMA QUE TEM FORNECIDO TODAS AS ALMAS E A TODOS OS POVOS PARA RECEBER ESTE REINO. ELA É A RAINHA E A PORTADORA DO REI. É Ela Quem nos traz o Reino. Refugio-me, portanto, em Seu Imaculado Coração e rogo incessantemente pedindo a Ela, que por desígnio de Deus também é nossa Co-redentora, Medianeira e Advogada, que nos ajude a nos dispormos e nos prepararmos para receber mais uma vez este Dom de viver em Sua Divina Vontade. , que em Jesus Nosso Senhor e PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, fará novamente Deus reinar, UM e TRÊS, em cada um de nós, porque repito: somente na Divina Vontade Reinando e operando em nós, e trabalhando Nela como Vida de todos os nossos atos e de todo o nosso ser, poderemos ser novamente UM nEle.

Entre as muitas citações nos escritos sobre nossa Mãe e Rainha, exponho o seguinte: 1ª Solenidade da festa de Cristo Rei em 1925: “Venho como Rei no meio dos povos… MINHA MÃE CELESTIAL VOS FAZER MÃE E RAINHA. Ela já está girando no meio dos povos e das nações, para dispô-los e prepará-los para receber o domínio do Reino da minha Vontade… E AS PESSOAS PARA RECEBER TÃO GRANDE PRESENTE.”

Luisa nos conta em 7 de outubro de 1928 “… assim como a Senhora Soberana derrotou seu Criador e o entrelaçou com suas correntes de amor, ela o atraiu do céu para a terra para fazê-lo formar o Reino da Redenção, do mesmo modo, A DOCE E PODEROSA COROA DO TEU ROSÁRIO VOS FAZER NOVAMENTE VITORIOSOS, triunfantes perante a Divindade, para conquistar o Reino da Vontade Divina…”

O Senhor diz a Luisa em 19 de maio de 1931 “Minha Vontade é Poder que enfraquece todos os males e todos os poderes infernais; É a Luz que se dá a conhecer por todos, e onde Ela Rainha faz sentir o Seu Poder, que nem os próprios demónios podem ignorar, por isso A RAINHA DO CÉU FOI E É O TERROR DE TODO O INFERNO”.

Ele diz a ela em 13 de março de 1932 “Então ESTE REINO JÁ FOI FORMADO POR MIM E PELA SENHORA CELESTIAL. Ele já existe, apenas deve ser dado às criaturas; PARA LHE DAR É NECESSÁRIO CONHECÊ-LO, e como Ela é a criatura mais santa e maior, e que não conheceu outro reino além do da minha Divina Vontade, Ela ocupa o primeiro lugar nela, e por direito, A RAINHA CELESTIAL SERÁ A LOCUTORA, A MENSAGEIRA E A CONDUTORA DE UM REINO TÃO SANTO. Portanto, rezem a ela e invoquem-na, e ela servirá como sua guia e mestra…”

E também em 14 de julho de 1935 “No entanto, minha filha, o Reino da minha Divina Vontade chegará infalivelmente. Calculas humanamente e é por isso que o seu Advento te parece difícil… e, além disso, não é a Rainha do Céu, que com o seu doce império reza continuamente para que este Reino venha à terra? E QUANDO NEGAMOS ALGO A ESTA MÃE CELESTIAL? Ela impetra este Santo Reino com plenos direitos, que sem dúvida lhe serão concedidos e, portanto, também será chamado: O REINO DA RAINHA CELESTIAL.”

Em 10 de fevereiro de 1937, a Santíssima Virgem diz a Luisa: “Filha do meu coração maternal, O REINO DO DIVINO SERÁ O MEU REINO. A Santíssima Trindade me confiou quando me confiou ao Verbo Eterno; quando desceu do céu à terra, confiou-me o seu reino e o meu. Por isso meus suspiros são ardentes, minhas orações incessantes, nada mais faço do que agredir a Santíssima Trindade com meu amor, com meus direitos de Rainha e Mãe que ela me deu, para que o que ela me confiou venha à luz e forme sua vida, para que o meu Reino triunfe na face da terra”.

Em O Chamado Materno da Rainha do Céu, ela lhe diz: “Você deve saber que viajarei por todo o mundo, irei a cada alma, a todas as famílias, a todas as COMUNIDADES RELIGIOSAS, a todas as nações, a todos os povos , e se necessário, percorrerei séculos inteiros, até que como Rainha, forme meu povo, e como Mãe, meus filhos, que conhecerão e farão reinar a Vontade Divina em todos os lugares”.

A 8 de Dezembro de 1935, o Senhor diz a Luísa: “…Muito mais do que a Rainha Soberana possuindo a nossa Vontade como vida, Ela sempre teve algo para nos dar, sempre algo para dizer, Ela sempre nos manteve ocupados e Sempre tivemos algo para dar , e sempre nossos segredos amorosos para comunicar a ela, tanto que NADA FAZEMOS SEM ELA, primeiro nos entendemos com ela, depois colocamos em seu coração materno, e de seu coração desce no sortudo que deveria receba esse bem. POR ISSO NÃO HÁ GRAÇA QUE DESCENDO À TERRA, NÃO HÁ SANTIDADE QUE SE FORME, NÃO HÁ PECADOR QUE SE CONVERTE, NÃO HÁ AMOR QUE SEJA DE NOSSO TRONO, QUE NÃO ESTEJA PRIMEIRO COLOCADO NO CORAÇÃO DE MÃE, QUE FORMA O MATURAÇÃO DESSE BEM, FERTILIZA-O COM O SEU AMOR, ENRIQUECE-O COM AS SUAS GRAÇAS, E SE NECESSÁRIO COM A VIRTUDE DAS SUAS DORES, E DEPOIS ELE A COLOCA EM QUEM DEVE RECEBER, PARA QUE AQUELE QUE A RECEBE SINTA A DIVINA Paternidade E A Maternidade DE SUA MÃE CELESTIAL.

Podemos passar sem Ela, mas não queremos, quem terá coragem de colocá-la de lado? Nosso Amor, nossa infinita Sabedoria, nosso próprio Fiat se impõe a Nós, e NÃO NOS OBRIGA A FAZER NADA QUE NÃO DESCENDO POR ELE”.

 

————————————————– —

 

“…QUEREMOS ANUNCIAR ALTAMENTE, NOSSA CERTEZA DE QUE A RESTAURAÇÃO DO REINO DE CRISTO POR MARIA NÃO PODE DEIXAR DE ACONTECER, PARA QUE, ATRAVÉS DE SUA PODEROSA INTERCESSÃO E SUA CONSTANTE AJUDA, O REINO DE CRISTO SEJA FINALMENTE REALIZADO”, REINO DE VERDADE E VIDA, REINO DE SANTIDADE E GRAÇA, REINO DE JUSTIÇA, AMOR E PAZ”. SS Pio XII – 17 de setembro de 1958.

 

——————————————————————————-

 

 

Concluindo, e pedindo novamente a unção do Espírito Santo para mim e para você neste momento, Atrevo-me a apresentar este diálogo entre Luísa e o Senhor, que, embora não seja fácil de compreender sem ter lido todos os volumes, esclarece o que significa “…que a Vontade de Deus seja feita na terra como é O céu”, e “que todos sejam UM em Nós”: 9 de agosto de 1937 Luisa falando: “Então pensei comigo mesmo: “Meu Deus, quem poderá retribuir e retribuir tanto do seu amor? oh! talvez só a Rainha do Céu possa se gabar de ter correspondido em amor ao seu Criador, e eu? E eu?”

E me senti oprimido, e meu sempre amável Jesus, fazendo-me sua breve visita, toda bondade me disse: “Filha da minha vontade, não tenha medo, Para quem vive em minha Vontade, há suprema concordância no amor, porque MINHA VONTADE, POSSUINDO SUA VIDA NA CRIATURA, dobra seu Amor, e quando quer amar, ama em si e ama dentro da alma, porque nela possui sua Vida; na minha vontade, o amor está em total concordância; as alegrias, a felicidade do amor puro estão em plena força. Nossa bondade paterna é tanta para aqueles que vivem em nossa Vontade, que contamos as respirações, os batimentos cardíacos, os pensamentos, as palavras, os movimentos, para corresponder aos nossos e preenchê-los todos de amor, e em nossa ênfase de amor nós dizer: “Ela nos ama e devemos amá-la”. E enquanto a amamos, derramamos tais dons e graças, deixando o céu e a terra estupefatos; Fizemos isso com nossa rainha, desabafamos tanto; Mas você sabe o que significa esse nosso desabafo?

Olhamos para nós mesmos e queremos dar o que somos e o que possuímos, a dessemelhança nos envergonharia, e a criatura, vendo-se diferente de nós, não estaria conosco com essa confiança de filha e com esse domínio de quando um possui os mesmos bens, os mesmos dons; essa disparidade seria um obstáculo para formar UMA ÚNICA VIDA e amar uns aos outros com um único amor, enquanto VIVER NA NOSSA VONTADE DIVINA É CERTAMENTE ISSO, UMA ÚNICA VONTADE, UM ÚNICO AMOR, BENS COMUNS, E TUDO QUE A CRIATURA PUDESSE FALTAR NÓS DAMOS ELA DE NÓS PARA FORNECE-LA EM TUDO E PODER DIZER: “O QUE QUEREMOS, ELA QUER, O NOSSO AMOR E ELA É UM SÓ, E ASSIM COMO NÓS A AMAMOS, ELA NOS AMA”.

Minha filha, Nos faltaria força se não elevássemos a criatura que vive em nossa Vontade ao nível de nossa semelhança e a fizéssemos possuir nossos bens, tão certo que MINHA MÃE CELESTIAL, COMO VIVEU EM MINHA VONTADE, POSSUIU SUA MESMA VIDA, nós amamos uns aos outros com um único amor e amamos as almas com um amor gêmeo”.

No capítulo seguinte, em 15 de agosto de 1937, o Senhor diz a Luísa: “Minha filha, não há nada para se espantar, o que estou lhe dizendo é a pura verdade, minha Vontade é tudo e posso fazer tudo, e não nossas condições para quem nela vive Não é do nosso Ser Supremo, no máximo podemos ver que EM NÓS É A NATUREZA, E PARA QUEM VIVE NELA É GRAÇA, PARTICIPAÇÃO, PERSPECTIVA DO NOSSO AMOR, NOSSA VONTADE QUE O QUER SER TÃO CRIATURA. Por isso queremos que ele viva em nossa Vontade, fazer com que suas ações e as nossas se fundam e soem com o mesmo som, tenham o mesmo valor, um único amor. Não podemos resistir a um ato nosso nem queremos, além disso, você deve saber que VIVER EM NOSSA VONTADE É UNIDADE, tanto que se a criatura ama, Deus está à frente de seu amor, para que o amor de um e do outro é APENAS UM; se pensa, Deus está à frente de seu pensamento; se ele fala, Deus é o princípio de sua palavra; se a criatura trabalha, Deus é o primeiro ator e criador de suas obras; se ele anda, Deus está à frente de seus passos. POR ISSO, VIVER NA MINHA VONTADE NÃO É OUTRA COISA QUE A VIDA DA CRIATURA EM DEUS, E A DE DEUS NELA; É impossível deixarmos separados do nosso amor, do nosso poder, dos nossos atos, quem vive em nossa Vontade, SE UM É A VONTADE, tudo o mais vai junto, unidade de amor, obras e tudo mais. É por isso que viver em nosso Fiat Divino é o prodígio dos maiores prodígios, já vistos ou ouvidos; é o nosso amor exuberante, que não podendo contê-lo quisemos fazer este prodígio que só um Deus poderia fazer na criatura, mas que ingratamente não aceitou; mas não mudamos a Vontade apesar de termos sido combatidos e reprimidos nosso amor de uma maneira que nos faz sentir espasmos; usaremos tais excessos de amor, tais indústrias e estratagemas, que alcançaremos nosso intento: QUE NOSSA VONTADE SEJA UMA COM A DA CRIATURA.”

Abaixo exponho em ordem cronológica, algumas outras citações de vários volumes, nas quais se manifesta com muita clareza, outros aspectos da importância transcendental do que está contido nesses escritos:

Em 29 de janeiro de 1919, o Senhor diz a Luísa: “Minha filha amada, quero que conheças a ordem da minha Providência. Em cada período de dois mil anos, renovei o mundo: nos primeiros, renovei-o com o dilúvio. Nos segundos dois mil anos renovei-a com a minha vinda à terra, na qual manifestei a minha Humanidade, da qual a minha Divindade resplandeceu através de tantas fissuras, e os bons e os mesmos Santos destes terceiros dois mil anos viveram dos frutos da minha Humanidade e gotas semelhantes desfrutaram da minha Divindade. Estamos agora nos aproximando do fim dos terceiros dois mil anos e haverá uma TERCEIRA RENOVAÇÃO.  Aqui está o motivo da confusão geral de tudo: nada mais é do que a preparação para a terceira renovação. E se na segunda renovação manifestei o que minha Humanidade estava fazendo e sofrendo e muito pouco o que a Divindade estava fazendo, agora, Nesta terceira renovação, DEPOIS QUE A TERRA TER SIDO PURGA…, serei ainda mais magnânimo com as criaturas e realizarei a renovação manifestando o que minha Divindade estava fazendo em minha Humanidade… Meu amor quer se desabafar e quer dar a conhecer os excessos que minha Divindade operou em minha Humanidade em favor das criaturas, que excedem em muito os excessos que minha Humanidade operou externamente”.

11 de julho de 1923 “… três vezes a Divindade decidiu agir “ab-extra”: a primeira foi na Criação… a segunda foi na Redenção… e a terceira é o cumprimento da minha Vontade, que seja feito COMO NA CÉU, TÃO NA TERRA…”

14 de julho de 1923 “….o mundo está precisamente no ponto em que eu deveria vir à terra; todos esperavam um grande evento, uma nova era, como de fato aconteceu; e assim agora, o grande Advento deve vir, a NOVA ERA em que A VONTADE DE DEUS É FEITA NA TERRA como no Céu, todos estão na expectativa desta nova era, cansados ​​da presente, mas sem saber o que é essa novidade… esta expectativa é um sinal seguro de que a hora está próxima.”

22 de setembro de 1924 “…Minha filha, são precisamente os demônios. Eles gostariam que você não escrevesse sobre o meu testamento… ELES TEMEM MUITO QUE ESTES ESCRITOS SOBRE O MEU VONTADE POSSAM SER PUBLICADOS, PORQUE VÊEM PERDIDO SEU REINO NA TERRA… Eles tentam com todas as suas forças impedir um Bem tão grande.” 14 de agosto de 1926 “Minha filha, o Reino da minha Divina Vontade é invencível, E NESTE CONHECIMENTO COLOQUEI LUZ SUPERABUNDANTE, GRAÇA E ATRAÇÕES PARA FAZÊ-LO VITORIOSO… Esses saberes serão um muro muito alto e forte, mais do que no Éden terrestre, que PREVINE O INIMIGO INFERNAL DE ENTRAR DENTRO para incomodar aqueles que, derrotados por Ele, passarão a viver no Reino da minha Divina Vontade.”

18 de setembro de 1938 “Usarei todos os meios do amor, das graças, dos castigos; Tocarei as criaturas de todos os lados para fazer meu Will Reign. E quando parece que o verdadeiro bem deve morrer, ELE RESSUSCITARÁ MAIS BONITO E MAJESTO. …Tudo o que eu disse sobre minha Vontade, posso dizer que é UMA NOVA CRIAÇÃO”.

————————————

Depois de ter lido todos esses escritos e embora na minha indigna e pequena capacidade , ouso dizer que chegou a hora, e que o Reino de Deus NA TERRA: o Reino de Sua Divina Vontade “NA TERRA (em nós) como no céu (como em Deus)”, já começou a se estabelecer pois é em cada um de nós que este Reino deve primeiro ser estabelecido, até que com a Graça e o Poder de Deus alcance a plenitude universal por Ele decretada, embora em graus variados, conforme a disposição de cada alma a este Dom. Este é um decreto Divino e os Decretos Divinos não podem ser descumpridos. xxiii “POIS ELE DEVE REINAR ATÉ QUE ponha TODOS OS SEUS INIMIGOS DEBAIXO DE SEUS PÉS. QUANDO TODAS AS COISAS FOREM SUBMETIDAS A ELE, TAMBÉM O FILHO SE SUBMETERÁ ÀQUELE QUE LHE TODAS AS COISAS SE SUBMETEU, PARA QUE DEUS SEJA TUDO EM TODOS.” 1 Coríntios 15: 25, 28

————————————-

Agora, para poder aceitar e fazer Vida em nós tudo o que o Senhor quer nos dar Por meio desses escritos, é absolutamente essencial ouvir o que Ele nos diz através das seguintes citações: Em 8 de dezembro de 1926, o Senhor diz a Luísa: “Minha filha, não sabes que estes nossos escritos vêm do fundo do meu Coração, e faço-lhes correr a sua ternura para amolecer quem os vai ler, a firmeza de meu divino falar para fortalecê-los nas verdades de minha Vontade. Em todos os ditos, verdades, exemplos que vos tenho posto no papel, transmito a dignidade da minha Sabedoria celeste, para que aqueles que os lerem ou os lerem, se estiverem em estado de graça, sintam neles a minha ternura , a solidez do meu falar e a luz da minha Sabedoria, e como ímãs, eles permanecerão presos no conhecimento de minha Vontade. Quem não está em estado de graça não pode negar que é luz, e a luz sempre faz bem, nunca faz mal, ilumina, aquece, revela as coisas mais escondidas e nos move a amá-las, quem pode dizer que não recebe bem do sol? Nenhum. Nestes escritos estou tirando mais do que um sol do meu coração, para que façam o bem a todos; É por isso que me interessa tanto que você escreva, pelo grande bem que quero fazer à família humana, tanto que os vejo como MEUS ESCRITOS, PORQUE SOU SEMPRE AQUELE QUE DITA E VOCÊ É O PEQUENO SECRETÁRIO DE A LONGA HISTÓRIA DA MINHA VONTADE.”

Em 2 de agosto de 1930, o Senhor lhe disse: “Minha filha, todas as coisas aqui embaixo, tanto na ordem natural como na ordem sobrenatural, são veladas; só no Céu se desvelam… Eu mesmo, Verbo do Pai, tive o véu da minha Humanidade, todas as minhas palavras, o meu Evangelho em forma de exemplos e semelhanças, e só aqueles que vieram me ouvir com FÉ NELE entenderam mim. CORAÇÃO, COM HUMILDADE, E COM O QUERER SABER AS VERDADES QUE TE MANIFESTI PARA PÔ-LAS EM PRÁTICA… Tais são as minhas Verdades que te manifestei com tanto Amor à minha Divina Vontade… senão permanecerás cego, e eu repetir-vos a frase do Evangelho: ‘Tens olhos e não vês, ouvidos e não escutas, língua e és mudo.

 

Em 19 de maio de 1938, lemos: “Quem sabe onde esses escritos vão parar, nas mãos de quem eles podem estar? Quem sabe quantos pensamentos, quantas oposições, quantas dúvidas? E eu me sentia inquieto, minha mente estava afligida por tal apreensão que senti que estava morrendo, e meu doce Jesus voltou para me tranquilizar dizendo: “Minha filha, não se perturbe, ESTES ESCRITOS SÃO MEUS, não seus, e não não importa em que mãos caiam, ninguém pode tocá-los para deteriorá-los, saberei guardá-los e defendê-los, porque me pertencem, e qualquer um que os tome com uma boa e reta, encontrará neles uma corrente de luz e amor, com a qual amo as criaturas.

Posso chamar esses escritos de efusão do meu Amor, loucuras, delírios, excessos do meu Amor, com os quais quero derrotar a criatura, para que ela volte em meus braços para fazê-la sentir o quanto a amo. E para que ela saiba mais o quanto eu a amo, quero chegar a LHE DAR O GRANDE DOM DA MINHA VONTADE COMO VIDA, porque só com Ela o homem poderá estar seguro e sentir as chamas do meu Amor, meu desejo de quanto eu a amo. Assim, quem ler esses escritos com a intenção de encontrar a verdade sentirá minhas chamas e se sentirá transformado em amor e me amará mais. Agora, quem os lê para encontrar reflexões e dúvidas, sua inteligência ficará cega e confusa por minha luz e por meu amor. Minha filha, o bem, minhas verdades, produzem dois efeitos, um contrário ao outro: ‘Pois o desejo é luz para formar o olho de sua inteligência, e vida para dar a vida de santidade que minhas verdades contêm; Cega os indispostos e os priva do bem que minhas verdades contêm”.

———————————————-

Aqui estão alguns dos as muitas citações em que o Senhor fala a Luisa de Sua dor ao deixar esses escritos desconhecidos:

10 de outubro de 1928 “E COMO TUDO QUE TE DISSE ESTÁ NO ANONIMATO, SINTO UMA OPRESSÃO NO MEU CORAÇÃO QUE ME COMPRIME E IMPEDE MINHAS CHAMAS DE AMOR DESCE E FAZEM SEUS CAMINHOS. É por isso que assim que ouviu ler e tomar a decisão de tomar o cuidado de publicar esses escritos, Senti-me levantar o fardo e tirar o peso que as chamas do meu Coração comprimem…”

21 de outubro de 1929 “…frequentemente parece que espalham boatos, que querem dar a conhecer minha Divina Vontade publicando-a, mas o quê? Quem é presa do medo, quem tem medo de se comprometer, quem não aceita se sacrificar; ora com um pretexto e ora com outro, tudo termina em palavras, E MEU DIVINO PERMANECERÁ EXILADO NO MEIO DAS CRIATURAS”.

17 de maio de 1938 “…ocultar uma verdade, que com tanto amor deixamos sair do nosso seio paterno, É O MAIOR CRIME, E PRIVA AS GERAÇÕES HUMANAS DO MAIOR BEM”

—————————————————

«NINGUÉM ACENDE UMA LÂMPADA E A COBRE COM UM VASO , OU COLOCA EM BAIXO que querem tornar minha Vontade Divina conhecida publicando-a, mas o quê? Quem é presa do medo, quem tem medo de se comprometer, quem não aceita se sacrificar; ora com um pretexto e ora com outro, tudo termina em palavras, E MEU DIVINO PERMANECERÁ EXILADO NO MEIO DAS CRIATURAS”.

17 de maio de 1938 “…ocultar uma verdade, que com tanto amor deixamos sair do nosso seio paterno, É O MAIOR CRIME, E PRIVA AS GERAÇÕES HUMANAS DO MAIOR BEM”

———- ——- ————————————

«NINGUÉM ACENDE UMA LÂMPADA E A COBRE COM UM VASO , OU COLOCA EM BAIXO que querem tornar minha Vontade Divina conhecida publicando-a, mas o quê? Quem é presa do medo, quem tem medo de se comprometer, quem não aceita se sacrificar; ora com um pretexto e ora com outro, tudo termina em palavras, E MEU DIVINO PERMANECERÁ EXILADO NO MEIO DAS CRIATURAS”.

17 de maio de 1938 “…ocultar uma verdade, que com tanto amor deixamos sair do nosso seio paterno, É O MAIOR CRIME, E PRIVA AS GERAÇÕES HUMANAS DO MAIOR BEM”

———- ——- ————————————

«NINGUÉM ACENDE UMA LÂMPADA E A COBRE COM UM VASO , OU COLOCA EM BAIXODE UMA CAMA, MAS COLOCA-A SOBRE UM CASTIÇAL, PARA QUE AQUELES QUE ENTRAREM VER A LUZ. PORQUE NÃO HÁ NADA ESCONDIDO QUE NÃO SEJA MANIFESTADO, E NADA SECRETO QUE NÃO VENHA SER CONHECIDO E DESCOBERTO. OLHA, ENTÃO, COMO VOCÊ OUVE; PARA QUEM TEM, SERÁ DADO; E AQUELES QUE NÃO TÊM, ATÉ O QUE PENSAM TER SERÁ TIRADO.” Lucas 8: 16-18

——————————————– —–

Em 27 de agosto de 1926, o Senhor mostrou Luisa ao Padre Annibale di Francia quando lhe disse: “Meu filho, o título que você dará ao livro que você publicará sobre minha Vontade será este: “O REINO DO DIVINO VAI NO MEIO DAS CRIATURAS -LIVRO DO CÉU- O CHAMADO À CRIATURA À ORDEM, À POSIÇÃO E AO PROPÓSITO PARA O QUAL FOI CRIADO POR DEUS”.

————————————————–

” NÃO PODEMOS PARAR DE FALAR SOBRE O QUE VIMOS E OUVIMOS.” Atos 4: 20

———————————————- – —

Caros irmãos no Senhor, em vista de tudo o que apresento a vocês nesta introdução, atrevo-me também a exortá-los a meditar e discernir várias citações da Bíblia Sagrada que vocês já conhecem sobre este tema: Isaías 11: 2, 4, 6-9, Isaías 65: 17, 19, 20, 25, Daniel 12: 9, Atos 3: 20, 21, Romanos 8: 19-23, 2 Pedro 3: 13, Apocalipse 1: 4, 8 ,19, Apocalipse 11: 17, Apocalipse 19: 13, 15, 16, Apocalipse 21: 3, 4, 7, Apocalipse 22: 3, 4, 5, 13, 14, bem como o que nos diz em 2 Tessalonicenses 2 : 1-12 no Novo Testamento e no Catecismo da Igreja Católica nos números 671 a 675 (inclusive).

Rezemos sem cessar para que a Igreja publique em breve a versão oficial destes escritos e os espalhe pelo mundo. Com estas nomeações e pela Graça de Deus, Concluo esta comunicação no Amor do Senhor e de nossa Mãe Santíssima. Que seus corações se abram à Luz do Espírito Santo para iluminá-los nesta comunicação! Que a Paz e a Graça do Senhor estejam com você! Seu irmão em Cristo Jesus.

——————————————

LEMBRO MAIS UMA VEZ QUE O SENHOR PEDE QUE ESTES ESCRITOS SEJAM LIDOS NA ORDEM EM QUE FORAM ENTREGUES E NA SUA INTEGRALIDADE. Exorto-vos também a enviá-los aos irmãos Bispos, Sacerdotes e Religiosos que o Espírito Santo guia. Sugiro que você baixe os escritos em seu computador ou em um CD e imprima os volumes à medida que os lê. Encorajo-vos a fazer da leitura destes escritos parte integrante das vossas leituras quotidianas da Sagrada Escritura, e que também sejam relidos continuamente, especialmente o Volume 1 e os Volumes 11 a 36.

Em 24 de dezembro de 1929 o Senhor diz a Luisa: “SE VOCÊ SABE QUANTA LUZ HÁ EM TUDO QUE EU TE MANIFESTI SOBRE MINHA DIVINA VONTADE (VOLUMES 11 A 36), E QUANTO MAIS A LUZ BRILHARIA SE FOSSE LER E RELEIA, VOCÊ SERIA ECLIPADO E MARAVILHOSO PELO BEM QUE FAZERÃO. …SE MINHAS VERDADES MANIFESTADAS FOREM ESQUECIDAS, E NÃO FOREM COLOCADAS EM POSIÇÃO DE HONRA, PERMANECERÃO ENTERRADA, MAS OS VIVOS NÃO SÃO ENTERRADOS. SÃO LUZ QUE POSSUEM E TRAZEM VIDA”

—————————————– ————–

SELO ESTA COMUNICAÇÃO COM ESTA CITAÇÃO DOS ESCRITOS DE LUISA: Em 6 de junho de 1935, o Senhor disse a Luisa: “Minha filha, você deve saber que eu sempre amo meus filhos, minhas amadas criaturas. Eu sairia do meu caminho para não vê-los bater, tanto, QUE NOS TEMPOS DECEPCIONADOS QUE VÃO CHEGAR, EU OS COLOQUEI TODOS NAS MÃOS DE MINHA MÃE CELESTIAL, EU OS ENTREGUEI A ELA PARA QUE ELA GUARDE-OS SEGUROS SOB O SEU MANTO”. Luisa falando: Agora, enquanto eu dizia isso, meu querido Jesus me fez ver com fatos, que A RAINHA SOBERANA DESCEU DO CÉU COM UMA MAJESTADE INdizível E UMA TERRÂNEA TODA MATERNA, E SE TRANSFORMOU NO MEIO DAS CRIATURAS, EM TODAS AS NAÇÕES, E MARCADO AOS SEUS FILHOS QUERIDOS E AQUELES QUE NÃO DEVEM SER TOCADOS PELA FLAGELA. QUEM MINHA MÃE CELESTIAL TOCOU, OS FLAGELLS NÃO TINHAM PODER SOBRE ELES; O DOCE JESUS ​​DEU À SUA MÃE O DIREITO DE SALVAR QUEM ELA QUISER.

Como foi comovente ver A IMPERATRIZ CELESTIAL ATRAVÉS DE TODAS AS PARTES DO MUNDO, TOMANDO-AS EM SUAS MÃOS MATERNAS, ABALANDO-AS AO PEITO, ESCONDEU-OS DEBAIXO DO SEU MANTO PARA QUE NENHUM MAL PODERIA FERIR AQUELES QUE SUA BONDADE MATERNA TINHA EM SUA CUSTÓDIA, CUSTÓDIA E DEFESA. OH! SE TODOS PUDESSEREM VER QUANTO AMOR E ternura A RAINHA DO CÉU FEZ ESTE ESCRITÓRIO, CHAMAriam DE CONSOLAÇÃO E AMARIAM AQUELA QUE TANTO NOS AMA”. “BEM-AVENTURADO AQUELE QUE CONFIA EM YAHWEH, PORQUE YAHWEH NÃO DESAPONTARÁ A SUA CONFIANÇA” Jeremias 17:7

——————————————————–

ADENDO 02 de fevereiro de 2020 ESTA APRESENTAÇÃO É SUBJETIVA E PESSOAL E PODE CONTER ERROS SOMENTE APÓS A LEITURA CONTINUA DO LIVRO CÉU EM SEU INTEGRALMENTE E DE ACORDO COM A SAGRADA ESCRITURA, O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA E A DOUTRINA DA IGREJA, UM ENTENDIMENTO PARCIAL PODERIA SER ALCANÇADO, DAS VERDADES E CONHECIMENTOS MANIFESTADOS PELO SENHOR À SERVA DE DEUS LUISA PICCARRETA NESTES ESCRITOS. TODAS AS CITAÇÕES NESTA APRESENTAÇÃO FORAM RETIRADAS DA BÍBLIA, DO CATECISMO E DO LIVRO DO CÉU.

É imprescindível verificá-los, lê-los E GRADUALMENTE FAZÊ-LOS VIVER EM NÓS. INTRODUÇÃO “O FIM DE TODA A ECONOMIA DIVINA É A ENTRADA DAS CRIATURAS NA PERFEITA UNIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE” Catecismo nº 260 (cf. João 17, 21-23) VERDADEIRO DEUS, E O QUE VOCÊ ENVIOU, JESUS ​​CRISTO.” João, 17: 3

“AMADOS, AGORA SOMOS FILHOS DE DEUS E AINDA NÃO SE MANIFESTOU O QUE SEREMOS. SABEMOS QUE, QUANDO SE MANIFESTAR, SEREMOS COMO ELE PORQUE O VEREMOS COMO ELE É.” 1 João 3: 2

CITAÇÕES DO PAPA BENTO XVI “A história de amor entre Deus e o homem consiste precisamente no fato de que esta COMUNHÃO DE VONTADE cresce em comunhão de pensamento e sentimento, e assim, NOSSA VONTADE E A VONTADE DE DEUS COINCIDEM CADA VEZ MAIS: A VONTADE DE DEUS NÃO É MAIS PARA MIM UMA VONTADE ESTRANHA QUE OS MANDAMENTOS ME IMPOREM DE FORA, MAS É A MINHA VONTADE, SEGUNDO A EXPERIÊNCIA QUE, DE FATO, DEUS É MAIS ÍNTIMO PARA MIM DO QUE EU.”

O Papa Bento XVI em sua primeira encíclica “Deus Caritas est”. “Há uma VONTADE DE DEUS para nós que deve se tornar o critério de nossa vontade e de nosso ser. ONDE ESTÁ A VONTADE DE DEUS, AÍ ESTÁ O CÉU, PORQUE A ESSÊNCIA DO CÉU É SER UM COM DEUS”. Papa Bento XVI em seu livro Jesus de Nazaré I. “…Mas a terceira expressão é a decisiva, aquela em que a vontade humana adere plenamente à VONTADE DIVINA. …JESUS ​​DIZ-NOS QUE SOMENTE CONFORMANDO A PRÓPRIA VONTADE COM A VONTADE DIVINA, O SER HUMANO ALCANÇA A SUA VERDADEIRA ALTURA, TORNA-SE DIVINO”.Papa Bento XVI em sua audiência em 2 de fevereiro de 2012.

Eis o que Nosso Senhor Jesus diz a Luisa nas seguintes citações do LIVRO DO CÉU: xxviii “Minha filha, DERRETIDA EM MINHA VONTADE É O ATO MAIS SOLENE, MAIOR, MAIS IMPORTANTE DE TODA SUA VIDA. DERRETIR-SE NA MINHA VONTADE É ENTRAR NO CAMPO DA ETERNIDADE, ABRAÇA-LO, BEIJÁ-LO E RECEBER O DEPÓSITO DOS BENS QUE A VONTADE ETERNA CONTÉM;

Além disso, logo que a alma se funde na Vontade Suprema, todos vão ao seu encontro para depositar nela tudo o que têm de bens e glória; OS ANJOS, OS SANTOS, A PRÓPRIA DIVINDADE, TODOS DEPOSITAM, sabendo que se deitam NA MESMA VONTADE EM QUE TUDO É CERTO”… LIVRO DO CÉU, Volume 17, 4 de janeiro de 1925. “Minha filha, Vontade Divina significa: DAR DEUS A DEUS, DIVINO ALÍVIO E TRANSFORMAÇÃO DA NATUREZA HUMANA EM DIVINA , COMUNICAÇÃO DA VIRTUDE CRIATIVA, ABRAÇA O INFINITO, ELEVA-SE AO ETERNO E TOMA A ETERNIDADE COMO UM PUNHO PARA DIZER A DEUS: ‘DESDE A ETERNIDADE EU TE AMEI, SUA VONTADE NÃO TEM COMEÇO, É ETERNA COM VOCÊ, E EU TENHO VOCÊ NELA . AMADO COM AMOR SEM COMEÇO E SEM FIM.’ QUAL É A MINHA VONTADE? É TUDO!”

LIVRO DO CÉU, Vol. 21, 22 de maio de 1927. “PELA SUA VONTADE NÓS FOMOS CRIADOS…, REDIMADOS… E SANTIFICADOS…” Apocalipse 4: 11, 1 Timóteo 2: 4, 1 Tessalonicenses 4: 3 VIVER NA VONTADE DIVINA NÃO

É apenas fazer a Vontade de Deus e abandone-se à Sua Vontade; É “FAZER A VONTADE DE DEUS, COMO NO CÉU, ASSIM NA TERRA” (Mateus 6: 10), PEDIDO/ORAÇÃO feito ao Pai por Jesus e incessantemente feito por Sua Igreja por 2.000 anos;

É “CONHECER O MISTÉRIO DE SUA VONTADE segundo o desígnio benevolente que foi proposto nEle de antemão, REALIZÁ-LO NA PLENITUDE DOS TEMPOS: FAZER QUE TUDO TENHA CRISTO À CABEÇA, O QUE ESTÁ NO CÉU E O QUE ESTÁ NA TERRA” (Efésios 1:9, 10). VIVER NA SUA VONTADE É O DOM DE DEUS QUE MANTÉM EM VIGOR TODOS OS BENS QUE DEUS NOS DEU QUANDO NOS CRIOU, PORQUE A SUA VONTADE DIVINA É FONTE DE VIDA E PARTE INTEGRANTE DA NOSSA NATUREZA. A VONTADE DIVINA REGINA E MOVE TODAS AS QUALIDADES E ATRIBUTOS DE DEUS E É TAMBÉM A VIDA PRIMÁRIA DE NOSSAS VIDAS E NOSSOS ATOS, mas seu Império não é escravidão, mas UNIÃO, TRANSFORMAÇÃO.

A vontade humana é livre e é a fonte e substância da vida da criatura, e fazendo-se dominar pelo Divino ADQUIRE A MESMA VONTADE SUPREMA, pois a criatura DOMINA JUNTO COM ELA. A VONTADE DIVINA, QUE REINA, TORNA-SE A FONTE, A SUBSTÂNCIA E A VIDA DOS ATOS REALIZADOS NELA, e quando a criatura age NELA E COM ELA, esta FONTE põe em seus atos a SUBSTÂNCIA E A VIDA DIVINAS, CONVERTENDO ASSIM OS ATOS HUMANOS EM DIVINO ATOS. VIVER NA SUA VONTADE É SER UM EM DEUS; É UMA TROCA DE VIDA; SOMOS NÓS DAR A NOSSA VIDA A DEUS E DEUS NOS DAR A SUA; É FAZER TUDO NELE E COM ELE.  Só assim podemos “SER PERFEITOS COMO É PERFEITO O PAI CELESTIAL” (Mateus 5: 48), pois teremos em nós SUA MESMA VIDA, SEU MESMO AMOR, SEU ATO ÚNICO E ETERNO, SUAS OBRAS, QUALIDADES E ATRIBUTOS . Só assim podemos retribuir e retribuir, POIS É O PRÓPRIO DEUS QUE VIVE E TRABALHA EM E CONOSCO. DEUS NOS CRIOU sendo “UM NELE” (João 17: 21, 23),

“À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA” (Gênesis 1:26)

NA PALAVRA ENCARNADA Col. 1: 15-18, Col. 2: 9, 10 ,Catecismo #1701, Col. 2:9, 10, Catecismo #359 e #521, E

“PARTICIPANTES DA SUA DIVINDADE” (2 Pedro 1:4).

DEUS NOS FEZ “DEUS” NELE E COM ELE! (Catecismo nº 460, João 10: 34, Livro do Céu, 22 de maio de 1927 e 25 de junho de 1933)

VIVER NA SUA VONTADE É UM DOM QUE REQUER A NOSSA DISPOSIÇÃO

Podemos entender completamente o PEDIDO/ORAÇÃO DO SENHOR: “QUE TODOS SEJAM UM, COMO VOCÊ, PAI, EM MIM E EU EM TI, QUE ELES TAMBÉM SEJAM UM EM NÓS… QUE SEJAM UM COMO NÓS SOMOS UM: EU NELE E VÓS EM MIM, PARA QUE SEJAM PERFEITAMENTE UM” João 17: 21-23.

“DEUS É AMOR” (1 João 4: 8)

E O AMOR PARA SER COMPLETO PRECISA SER DADO E RECIPROCADO. SÓ UM OUTRO SER QUE POSSUI A SUA MESMA NATUREZA E PARTICIPA DA SUA DIVINDADE, PODE RECIPROCÁ-LO: AQUI ESTÁ A PALAVRA ENCARNADA João 1:1-14 E TODA A HUMANIDADE NELE! (Gênesis 1:27, Colossenses 1:15,16, João 17:21-23, 2 Pedro 1:4).

AQUI ESTÁ O FIM PARA O QUAL FOMOS CRIADOS POR DEUS E PARA O QUAL ELE NOS FEZ “UM NELE”, “À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA” NA PALAVRA ENCARNADA E “PARTICIPANTE DA SUA DIVINDADE”. SOMENTE COM JESUS ​​E COM O DOM DA SUA VONTADE EM NÓS, É QUE PODEMOS RECEBER ELE COM AMOR DIVINO, PORQUE A SUA VONTADE DIVINA TEM O PODER DE FAZER INFINITO TUDO QUE ENTRA NA SUA VONTADE, E DE ELEVAR E TRANSFORMAR OS ATOS DAS CRIATURAS EM ATOS DIVINO E ETERNO ENGRAÇADO EM DEUS. É PARA QUE SINTA O AMOR CRIADO DA CRIATURA ESCONDIDO NO SEU AMOR NÃO CRIADO, E ELE SENTE-SE AMADO PELA CRIATURA COM O SEU MESMO AMOR QUE POSSUIU EM NÓS: AMOR DIVINO, ETERNO, INFINITO E IMENSO. É SOMENTE COM O DOM DE SEU DIVINO REINAR E TRABALHAR EM NÓS E NÓS TRABALHANDO NELE COM JESUS ​​EM NÓS, QUE PODEMOS SER RESTAURADOS AO PROPÓSITO PARA O QUAL ELE NOS CRIOU E COMPLETAR OS DESENHOS DE SEU PLANO ORIGINAL ( Catecismo nº 51, 52).

É COM O DOM DE SUA DIVINA VONTADE QUE DEUS DEU NOSSO PAI ADÃO EM SUA NATUREZA ORIGINAL (Gn 2:7) QUANDO O CRIOU COM LIVRE ARBÍTRIO À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA NA PALAVRA ENCARNADA, QUE PARTICIPOU DE SUA VIDA DIVINA PARA NÓS , E É COM ESTE PRESENTE COM QUE JÁ COMEÇOU ESTA RESTAURAÇÃO NO TEMPO.

Este DOM DE SUA VONTADE foi perdido quando Adão fez sua vontade separada da Vontade de Deus (Catecismo nº 397-399), perda que lhe trouxe a AUSÊNCIA DE VIDA DIVINA, e como consequência, a MORTE (Gn 2, 17), herdando-a assim para toda a humanidade nela concatenada (Catecismo 404).

MAS DEUS NÃO SÓ NÃO PODE FALHAR, MAS ELE USA TUDO PARA A SUA GLÓRIA MAIOR E PARA A GLÓRIA MAIOR DOS QUE O AMAM E ACOLHEM A SUA VONTADE. EIS QUE A SUA REDENÇÃO, REMÉDIO NECESSÁRIO PARA A NOSSA RESTAURAÇÃO À ORDEM E PROPÓSITO PARA O QUAL FOMOS CRIADOS, ACRESCENTOU UM MAR INFINITO DO SEU AMOR QUE NÃO EXISTIA ANTES: UM AMOR SOFRENTE que se torna uma NOVA FONTE DE GLÓRIA INFINITA. Não é que este DOM DE SUA VONTADE FUNCIONANDO EM NÓS que ele quer nos dar novamente seja necessário PARA NOS SALVAR E VIVER UMA SANTIDADE HUMANA, PORQUE O QUE ELE JÁ NOS DEU COM SUA REDENÇÃO É MAIS DO QUE SUFICIENTE PARA ALCANÇAR ESSA META, porém, devemos entender que DEUS NÃO NOS CRIOU APENAS PARA SER REDIMIDO E SEGURO. A REDENÇÃO ERA NECESSÁRIA COMO REMÉDIO, mas exigia que em Seu Amor Infinito A PALAVRA ENCARNADA, EM SUA HUMANIDADE, sofresse e pagasse ao Pai por todos os nossos pecados e todas as suas consequências, ESPECIALMENTE PELA MORTE QUE DEUS EM NÓS DEMOS REJEITANDO SEUS VIDA DIVINA QUANDO NOS SEPARAMOS DELE EM Adão (Catecismo 397-399)

E EM CADA ATO QUE FIZEMOS E CONTINUAMOS A FAZER SOB TAL SEPARAÇÃO, MESMO DEPOIS DE TERMOS SIDO ENXERTOS NOVAMENTE A DEUS ATRAVÉS DO BATISMO. “O FIM PRIMÁRIO DE SUA REDENÇÃO FOI RESTAURAR O REINO DA VONTADE DIVINA NA CRIATURA” (Volume 33, 6 de maio de 1934) PARA PODER REIVINDICAR SEUS DIREITOS DE CRIADOR E RESTAURAR EM NÓS SUA VIDA DIVINA PERDIDA E SUA DIVINA SANTIDADE PARA ADÃO. “PORQUE O FILHO DE DEUS SE TORNOU HOMEM PARA NOS FAZER DEUS” (Catecismo # 460)

————————————————————————————–

AQUI ESTÃO ALGUNS TRECHOS DO QUE O SENHOR DIZ A LUISA SOBRE ESTE DOM: QUEM VIVE NA VONTADE DIVINA É O TRIUNFO DE DEUS E DA ALMA “MINHA FILHA, O TRIUNFO DE DEUS É A VONTADE HUMANA AGINDO POR SUA VONTADE; ESTA É A SUA VITÓRIA, TRAZER DE VOLTA A SI MESMO, AO SEU MESMO DESEJO, O QUE SAIU DELE. COMO A ALMA TRABALHA NELA, ASSIM SE EXPANDE NOS LIMITES DIVINO, SEUS ATOS SE REALIZAM EM TUDO O QUE É ETERNO.”

É verdade que minha Vontade se encontra em toda parte, não há ponto em que não seja encontrada, mas onde ela se encontra. desenvolver?Seu Poder, sua obra Divina? NA ALMA QUE NELA VIVE.

… A ALMA QUE VIVE EM NOSSA VONTADE, DE ACORDO COM O TRABALHO, DÁ-LHE A OCASIÃO DE FAZER OUTRAS OBRAS DIGNAS DELE, POR ISSO É NOSSO CONTÍNUO TRIUNFO, E O DESENVOLVIMENTO DE NOSSAS OBRAS MANTÉM A ATITUDE DIVINA. Assim, ENQUANTO ELA FORMA NOSSO TRIUNFO E NOSSA VITÓRIA, AO MESMO TEMPO A ALMA TRIUNFA E VENDE A VONTADE DIVINA, POR ISSO SE VÊ UM E O OUTRO, VITORIOSO, DEUS E A PEQUENIIDADE DA CRIATURA. … PARECE-TE POUCO QUE A PEQUENIDADE DA CRIATURA CANTA A VITÓRIA, QUE SE MOVE A TRABALHAR UMA VONTADE DIVINA E A SUPERA…?

LIVRO DO CÉU, Vol. 22, 10 de julho de 1927 Luisa falando: Eu estava fazendo meus atos costumeiros dentro de mim na Vontade Suprema, abraçando toda a Criação e todas as criaturas para fazer todos os seus atos meus e corresponder ao meu Deus com meu pequeno amor por tudo o que ele fez na Criação e pelo que todas as criaturas deveriam fazer. Mas enquanto eu estava fazendo isso, o pensamento me disse: “Eu gasto tanto tempo fazendo isso, e qual é o bem que você faz, qual é a glória que você dá ao seu Deus?” Enquanto fazia isso, meu doce Jesus se movia dentro de mim e estendendo seus braços parecia querer abraçar tudo e todos, e então me disse: “Minha filha, O VERDADEIRO VIVER NA SUPREMA VONTADE É BEM ISSO, QUE EU DEVO ENCONTRAR TUDO E TODOS NO FUNDO DA ALMA, TUDO QUE A MINHA VONTADE FEZ PARA O BEM DAS CRIATURAS NA CRIAÇÃO, DEVE ESTAR LIGADO AO SEU AMOR NA ALMA. VIVENDO EM MINHA VONTADE E COM SUA CORRESPONDÊNCIA DE AMOR, PERMANECE JÁ LIGADO E EM POSSE DE TUDO O QUE A MINHA VONTADE FEZ E VAI FAZER, E AMA COMO A MINHA VONTADE AMA E SABE AMAR.

Assim sendo tudo isso NA VERDADE VIVENDO NELE, E TENDO TUDO LIGADO A SI MESMO, ENCONTRO NA ALMA O CÉU ESTRELADO, O SOL BRILHANTE, A IMPRESSÃO DOS MARES, OS PRADOS FLORESCENTES, ENCONTRO TUDO NELA; ENTÃO, NÃO É JUSTO QUE A ALMA, SALTANDO DE COISA EM COISA EM TUDO QUE É MEU E DELE, RECONHECE-O, E JOGANDO EM TODAS AS COISAS CRIADAS, IMPRESSIONE NELA SEU BEIJO E SEU PEQUENO ‘EU TE AMO’ EM TUDO PARA QUE TANTAS COISAS CRIOU PARA PRESENTEAR AS CRIATURAS, MOSTRA-LHE COM ISSO UMA VARIEDADE DE AMOR POR QUANTAS COISAS CRIOU, E COMO AMA O HOMEM PARA SER FELIZ, DANDO-LHE NÃO SÓ O QUE É NECESSÁRIO, MAS ATÉ MESMO O QUE É SUPERFLUO?

MAS ISSO NÃO É TUDO, NÃO SÓ DEVO ENCONTRAR TODA A CRIAÇÃO, mas O VERDADEIRO VIVER EM MINHA VONTADE LIGA A TODOS, e por isso devo encontrar na alma, como em ato, santo Adão, assim como veio de nossas mãos criadoras, já culpado Adão, humilhado e choroso, para que eu possa me unir a ele no estado de santidade e participando de seus atos inocentes e santos, me dê glória e faça toda a Criação sorrir novamente; e tomando parte em suas lágrimas, suspira com aquele que rejeitou a Fiat que foi a causa de tanta ruína.

DEVO ENCONTRAR NELA OS PROFETAS, OS PATRIARCAS, OS SANTOS PADRES, COM TODOS OS SEUS ATOS, E SE AQUELES BRILHARAM PARA O REDENTOR, VOCÊS BRILHARÃO PARA O MEU FIAT SUPREMO COMO TRIUNFO E CUMPRIMENTO DE SEUS SUSPIROS; QUERO ENCONTRAR MINHA MÃE INSEPARÁVEL COM TODOS OS SEUS ATOS, ONDE MINHA VONTADE TRABALHOU TANTOS PORTUGUES E TENDO PLENO DOMÍNIO NELA; QUERO ME ENCONTRAR TODO MIM E TODOS OS MEUS ATOS. EM RESUMO, QUERO ENCONTRAR TODAS AS MINHAS COISAS, TUDO O QUE ME PERTENCE, TUDO O QUE MINHA SUPREMA VONTADE FEZ E VAI FAZER, porque todas são coisas inseparáveis ​​de Mim, E PARA QUEM VIVE NO MEU AMOR, É JUSTO E NECESSÁRIO QUE SE TORNEM INSEPARÁVEIS DELA. Então, se eu não encontro tudo, não se pode dizer que ele vive completamente em minha Vontade, e eu, vendo-o, não encontro todas as minhas coisas nele, mas as vejo espalhadas fora da alma e não posso receber sua reciprocidade. de amor por tudo que me pertence TALVEZ NÃO CRIEI A CRIATURA PARA SER UM MUNDO PEQUENO E UM DEUS PEQUENO?

Por isso sempre te digo que ainda não se sabe viver em minha vontade, e estou te ensinando ora uma coisa, ora outra, e amplio sua capacidade de fazer entrar em ti todas as minhas coisas e tudo o que trouxe coisas boas. . minha vontade. Quero sentir-me repetir para ti a tua correspondência de amor sobre tudo o que me pertence; Não tolero para quem vive na minha vontade, QUE NÃO CONHECE TODAS AS MINHAS COISAS, QUE NÃO AS AMA E NÃO AS TEM, Caso contrário, qual seria o grande prodígio de viver em minha Vontade?”…LIVRO DO CÉU, 6 de dezembro de 1925

“Filha de minha Vontade, NÃO TEMAS, PARA QUEM VIVE EM MINHA VONTADE HÁ EXTREMA CONCORDÂNCIA NO AMOR, PORQUE MINHA A VONTADE, POSSUINDO A SUA VIDA NA CRIATURA, DOBRA O SEU AMOR, E QUANDO QUER AMAR, AMA EM SI MESMA E AMA NA ALMA, PORQUE NELA POSSUI A SUA VIDA; NA MINHA VONTADE O AMOR ESTÁ EM PLENO ACORDO, AS ALEGRIAS, A FELICIDADE DO PURO AMOR ESTÃO EM PLENA FORÇA. A NOSSA BONDADE PATERNA É TANTA PARA AQUELES QUE VIVEM EM NOSSA VONTADE, QUE NUMERAMOS AS RESPIRAÇÃO, OS BATIMENTOS DO CORAÇÃO, OS PENSAMENTOS, AS PALAVRAS, OS MOVIMENTOS, PARA CORRESPONDE AOS NOSSOS E PREENCHÊ-LOS TODOS DE AMOR, E EM NOSSA ÊNFASE DE AMOR NÓS DIGA: ‘ELA NOS AMA E NÓS DEVEMOS AMA-LA.’

E ENQUANTO A AMAMOS, FAZEMOS TAIS PRESENTES E GRAÇAS, DEIXAR O CÉU E A TERRA ESTÚPIDOS… … VIVER NA NOSSA VONTADE DIVINA É CERTAMENTE ISSO, UMA SÓ VONTADE, UM SÓ AMOR, BENS COMUNS, E TUDO O QUE PODE FALTAR À CRIATURA, DAMOS DE NÓS PARA FORNECE-LO EM TUDO E PARA SER CAPAZ DE DIZER: ‘O QUE NÓS QUEREMOS, ELA QUER, O NOSSO AMOR E ELA É UM SÓ, E ASSIM COMO NÓS A AMAMOS, ELA NOS AMA…. Minha filha, nos faltaria força se não elevássemos a criatura que vive em nossa Vontade ao nível de NOSSA SEMELHANÇA E A FIZEMOS POSSUIR NOSSOS BENS…” LIVRO DO CÉU, Volume 35, 9 de agosto de 1937

“Minha filha, não há nada para se admirar, o que estou lhe dizendo é a pura verdade, MINHA VONTADE É TUDO E PODE TUDO, e não colocar em nossas condições aqueles que viva em Ela não é do nosso Ser Supremo, na melhor das hipóteses você pode ver que EM NÓS É A NATUREZA, E PARA QUEM NELA VIVE É GRAÇA, PARTICIPAÇÃO, SAÍDA DO NOSSO AMOR, NOSSA VONTADE QUE QUER QUE A CRIATURA SEJA ASSIM. Por isso queremos que ele VIVA NA NOSSA VONTADE, que as suas ações e as nossas se fundam e soem com o mesmo som, tenham o mesmo valor, um único amor… DA CRIATURA EM DEUS, E DE DEUS NELA; É impossível para nós deixar alguém que vive em nossa Vontade separado de nosso Amor, de nosso Poder, de nossos atos, SE UM É A VONTADE, TUDO O OUTRO VAI JUNTO, unidade de amor, de obras e de tudo.

É por isso que VIVER NO NOSSO FIAT DIVINO É O PRODÍGIO DOS MAIORES PRODIGOS, JÁ VISTO OU OUVIDO; é o nosso exuberante Amor, que não podendo contê-lo, quisemos fazer esse prodígio que só um Deus poderia fazer na criatura, mas aquele ingrato não aceitou, mas não mudamos a Vontade, e apesar de termos sido combatidos e que nossa O amor foi reprimido de tal forma que nos faz sentir espasmos, usaremos tantos excessos de amor, tais indústrias e estratagemas, que alcançaremos nosso intento: QUE NOSSA VONTADE SEJA UMA COM A DA CRIATURA.” Volume 35, 15 de agosto de 1937 “Minha filha abençoada, me diga o que você quer? VOCÊ QUER QUE A MINHA VONTADE REINE E VIVA EM VOCÊ COMO VIDA? SE VOCÊ QUER DE VERDADE, TUDO ESTÁ FEITO, PORQUE É TANTO NOSSO AMOR E DESEJO ARDENTE QUE A CRIATURA TENHA NOSSA VONTADE COMO VIDA, PARA FAZER VIVER DELA, QUE COMO SEU HUMANO VERDADEIRAMENTE QUER, ASSIM O NOSSO PREENCHE A VONTADE HUMANA DO NOSSO SUPREMO DESEJO FORMAR A SUA VIDA NELE, E VIVER NELA COMO NO SEU PRÓPRIO CENTRO. … POR ISSO NÃO É PRECISO MUITO VIVER DA MINHA VONTADE, TUDO ESTÁ NA VONTADE; SE ELE DECIDIU E QUER COM FIRME E PERSEVERANÇA, JÁ SUPEROU O MEU E FAZ DELE. LIVRO DO CÉU, Volume 33, 19 de março de 1935

———————————————————————————–

“ASSIM SERÁ A MINHA PALAVRA , AQUELA QUE SAI DA MINHA BOCA, QUE NÃO VOLTARÁ PARA MIM VAZIA, SEM TER FEITO O QUE ME PROMETO E CUMPRIU O QUE EU A ENVIEI” Isaías 55: 11

———– — ———————————————— — ———————

VIVER TOTALMENTE FUNDIDO EM JESUS ​​E TOTALMENTE FUNDIDO NA VONTADE DIVINA, É O MEIO PELO QUAL SOMOS ENGRAÇADOS NO ATO ÚNICO E ETERNO DE DEUS E POSSUÍMOS O REINO DA VONTADE DIVINA ONDE TUDO ESTÁ, E QUE SE CONFORME E ENCERRA EM NÓS SUA VIDA DIVINA. A VONTADE DIVINA TRANSFORMA A VONTADE HUMANA QUE TRABALHA NELA, EM VONTADE DIVINA, E TRABALHA EM CADA UM DE NÓS E NOSSOS ATOS COMO TRABALHO EM SEU PRÓPRIO CENTRO. É PARA QUE ELE POSSA NOVAMENTE NOS FAZER “UM NELE”, “À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA” NA PALAVRA ENCARNADA E “PARTICIPANTES DE SUA DIVINDADE, ENCONTRAR EM NÓS SUA VIDA, SEUS ATOS, SUAS OBRAS, SUAS QUALIDADES E ATRIBUTOS E TUDO O QUE É DELE (Efésios 1: 9, 10; Col. 2: 9, 10; 1 Coríntios 15: 21-28),

E NÓS O REGISTRAMOS PARA TUDO E PARA TODOS, MAS COM A SUA VONTADE, COM A SUA MESMA VIDA E COM SEU MESMO AMOR, PARA QUE NOS AMAMOS EM PLENA HARMONIA, ORDEM E PROPÓSITO PARA O QUAL NÓS FOMOS CRIADOS POR ELE. SERÁ APENAS PARA QUE POSSAMOS CORRESPONDÊ-LO E RETRIBUÍ-LO POR TUDO, PORQUE ENTÃO ESTAREMOS DANDO “DEUS A DEUS” NOVAMENTE. PARA ALCANÇAR TUDO ISSO, É NECESSÁRIO QUE A CRIATURA ESTEJA TOTALMENTE FUNDIDA EM JESUS, O ETERNO IMOLADO, PORQUE “ELE É A IMAGEM DO DEUS INVISÍVEL, O PRIMOGÊNITO DE TODA A CRIAÇÃO, NELE FORAM CRIADAS TODAS AS COISAS, NO CÉU E NA TERRA…   E “NELE RESIDE TODA A PLENITUDE DO CORPO DIVINO, E NELE ALCANÇARES A PLENITUDE…” Colossenses 2: 9, 10);

A FONTE, A ORIGEM E A VIDA DE NOSSA NATUREZA EM DEUS, REGINA TODAS AS SUAS QUALIDADES E ATRIBUTOS, É A VIDA PRIMÁRIA DE NOSSAS VIDAS E NOSSOS ATOS, E ELA FORMA E ENCERRA A VIDA DIVINA EM NÓS, SE A RECEBERMOS . COMO A ALMA TRABALHA NA VONTADE DIVINA, ASSIM SE ESTENDE NOS CONFINS DIVINO E SEUS ATOS SE REALIZAM NO ATO ÚNICO DE DEUS ONDE TUDO SE ENCONTRA.

É através das manifestações dadas pelo Senhor à Serva de Deus Luisa Piccarreta, cuja Causa de Beatificação está em processo e cujos escritos já obtiveram um VEREDITO POSITIVO por todos os Censores teológicos designados durante as diferentes etapas do processo, que ESTAS VERDADES E CONHECIMENTO veio à tona.

Em 2016, Monsenhor Giovanni Battista Pichierri, Presidente do Tribunal da Causa, deu permissão para que TODOS os escritos fossem lidos por todos. Eles estão atualmente sendo preparados para publicação oficial. É com ESTAS VERDADES E CONHECIMENTOS que se cumprem as palavras do Senhor na Última Ceia: “Ainda TENHO MUITO A DIZER, MAS AGORA VOCÊ NÃO PODE COM ISSO. QUANDO ELE vier, O ESPÍRITO DA VERDADE, ELE OS GUIARÁ À TODA VERDADE” João 16: 12, 13. AQUI ESTÁ “A TODA A VERDADE!” João 16: 12-15 AQUI ESTÁ A NOVA EVANGELIZAÇÃO! Apocalipse 10:11. “APESAR QUE A REVELAÇÃO ESTEJA TERMINADA, NÃO ESTÁ COMPLETAMENTE EXPLÍCITA” Catecismo nº 66

——————————————————– —– ————————————–

“….E EU SOU PREPARANDO-VOS UMA ERA DE AMOR… …EM QUE MEU AMOR SE LIBERARÁ DE MANEIRA MARAVILHOSA E SEM PRECEDENTES… …ERA DE AMOR CELESTIAL E DIVINO…” LIVRO DO CÉU, 8 de fevereiro, 1921

————————————————– ———————————

“POIS ELE DEVE REINAR ATÉ QUE ponha TODOS OS SEUS INIMIGOS DEBAIXO DE SEUS PÉS. QUANDO TODAS AS COISAS FOREM SUBMETIDAS A ELE, TAMBÉM O FILHO SE SUBMETERÁ ÀQUELE QUE TU LHE SUBMETEU, PARA QUE DEUS SEJA TUDO EM TODOS.” 1 Coríntios 15: 25, 28

“SANTO, SANTO, SANTO, ELE É O SENHOR, DEUS TODO PODEROSO, “AQUELE QUE ERA, E É, E HÁ DE VIR” Apocalipse 4: 8

“NÃO HAVERÁ MAIS DEMORA! MAS NOS DIAS EM QUE A VOZ DO SÉTIMO ANJO É OUVIDA, QUANDO É PARA TOQUE A TROMBETA, O MISTÉRIO DE DEUS SERÁ CONSUMIDO, COMO ELE ANUNCIOU COMO BOA NOVA AOS SEUS SERVOS OS PROFETAS! Apocalipse 10:11

” «O REINO SOBRE O MUNDO DE NOSSO SENHOR E DO SEU CRISTO VEIO; E ELE REINARÁ PARA SEMPRE.”” Apocalipse 11: 15

“AGRADECEMOS A TI, SENHOR DEUS TODO PODEROSO, ‘AQUELE QUE É E QUE ERA’ PORQUE VOCÊ ASSUME SEU IMENSO PODER PARA ESTABELECER O SEU REINO.” Apocalipse 11:17

“E ABRIU-SE O SANTUÁRIO DE DEUS NO CÉU, E A ARCA DA SUA ALIANÇA APARECEU NO SANTUÁRIO, e houve relâmpagos, e estrondo, e trovões, e terremoto, e forte saraiva.” Apocalipse 11 : 19

“UM GRANDE SINAL APARECEU NO CÉU: UMA MULHER, VESTIDA DE SOL, COM A LUA DEBAIXO DE SEUS PÉS, E UMA COROA DE DOZE ESTRELAS NA CABEÇA” Apocalipse 12:1

“Continuo olhando, E HAVIA UM CORDEIRO , QUE ESTAVA EM PÉ NO MONTE SIÃO, E COM ELE 144.000, QUE TINHA O NOME DO CORDEIRO E O NOME DE SEU PAI ESCRITO NA TESTA. E ouvi um barulho vindo do céu, como o barulho de grandes águas ou o rugido de um grande trovão; e o barulho que ouvia era como o de tocadores de cítara tocando suas cítaras. Eles cantam um novo cântico diante do trono e diante dos quatro Vivos e dos Anciãos. E NINGUÉM PODE APRENDER A CANÇÃO, A NÃO SER OS 144.000 RESGATOS DA TERRA.” Apocalipse 14: 1-3

“… ENTÃO EU VI OUTRO ANJO VOANDO ALTO NO CÉU E ELE TINHA UMA BOA NOVA ETERNA PARA ANUNCIAR AOS QUE ESTÃO NO CÉU A TERRA, A TODAS AS NAÇÕES, RAÇAS, LÍNGUAS E POVOS”. “Disse em alta voz: «TEMEM A DEUS E LHE GLÓRIA, PORQUE CHEGOU A HORA DO SEU JULGAMENTO; ADORE AQUELE QUE FEZ O CÉU E A TERRA, O MAR E AS FONTE DAS ÁGUAS.”” Apocalipse 14: 6, 7

“”Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo-Poderoso; justo e verdadeiro seus caminhos, oh Rei das nações! Quem não temerá, Senhor, e não glorificará o teu nome? PORQUE SÓ VÓS SOIS SANTOS, E TODAS AS NAÇÕES CHEGARÃO E TE APARECERÃO, PORQUE OS SEUS DESINOS JUSTOS FORAM MANIFESTADOS.”” Apocalipse 15: 3, 4.

“E uma voz veio do trono, dizendo: “Louvado seja o nosso Deus, todos os seus servos e todos os que o temem, pequenos e grandes.»” «Aleluia! PORQUE O SENHOR, NOSSO DEUS TODO PODEROSO, ESTABELECEU O SEU REINO… OS CONVIDADOS À FESTA DO CORDEIRO… VERDADEIRAS PALAVRAS DE DEUS” Apocalipse 19: 5, 6, 7, 9

“ENTÃO VI O CÉU ABERTO, E HAVIA UM CAVALO BRANCO: AQUELE QUE O monta chama-se “FIEL” E “VERDADEIRO”; E JULGAR E LUTAR COM JUSTIÇA.” …”e seu nome é: A PALAVRA DE DEUS. ” “De sua boca sai uma espada afiada para ferir os pagãos com ela; ele os governará com cetro de ferro; ele é o que pisa o lagar do vinho da ira de Deus, o Todo-Poderoso.” …”Ele tem um nome escrito no seu manto e na sua coxa: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.” Apocalipse 19: 11, 13, 15, 16

” BENDITO E SANTO QUE PARTICIPA DA PRIMEIRA RESSURREIÇÃO; A SEGUNDA MORTE NÃO TEM PODER SOBRE ELES, MAS SERÃO SACERDOTES DE DEUS E DE CRISTO E REINARÃO COM ELE MIL ANOS.” Apocalipse 20:6

————————————————-

“Ninguém fará mal, NINGUÉM fará mal em TODO O MEU SANTO MONTANHA, PORQUE A TERRA SE ENCHERÁ DO CONHECIMENTO DE YAHWEH, COMO AS ÁGUAS COBREM O MAR.” Isaías 11: 9

“POIS EIS QUE EU CRIO NOVOS CÉUS E NOVA TERRA, E OS PRIMEIROS NÃO SERÃO MENCIONADOS NEM VIRÃO À MEMÓRIA; antes que haja alegria e regozijo para todo o sempre pelo que vou criar. Pois bem, eis que vou criar Jerusalém “Alegria”, e seu povo “Alegria”; Regozijar-me-ei por Jerusalém e regozijarei pelo meu povo, sem que ali se ouça choro ou gemido. Não haverá ali uma criança que viva poucos dias, nem um velho que não preencha os seus dias, porque morrer jovem será morrer aos cem anos, e quem não chegar aos cem anos será porque é amaldiçoado. Construirão casas e as habitarão, cultivarão vinhas e comerão seus frutos. Não edificarão para outro habitar, não plantarão para outro comer, porque enquanto a árvore viver, o meu povo viverá, e os meus escolhidos desfrutarão do trabalho das suas mãos. Eles não trabalharão em vão nem terão filhos para se assustar, pois eles e seus descendentes com eles serão uma raça abençoada de Iahweh.

ANTES QUE ME LIGUEM, EU RESPONDO; ELES AINDA ESTÃO FALANDO, E EU OS ESCUTAREI. Lobo e cordeiro pastarão juntos, o leão comerá palha como o boi, e a serpente se alimentará de pó, não farão mais mal nem mal em todo o meu santo monte – diz Iahweh.” Isaías 65: 17-25.

——————————————————————-

“…EU SOU DEUS, NÃO HÁ OUTRO. JURO PELO MEU NOME; DA MINHA BOCA SAI UMA PALAVRA VERDADEIRA E NÃO SERÁ VÃO” .. . “ASSIM SERÁ A MINHA PALAVRA QUE SAI DA MINHA BOCA, QUE NÃO VOLTARÁ PARA MIM VAZIA, SE EU NÃO FIZER O QUE ME PEDIU E CUMPRI O QUE A ENVIEI…” Isaías 45: 23 , 55: 11 “MAS ESPERAMOS, COMO NOS PROMETEU, NOVOS CÉUS E NOVA TERRA, EM QUE HABITA A JUSTIÇA.” II Pedro 3: 13 xxxix “BEM-AVENTURADO AQUELE QUE CONFIA EM YAHWEH, PORQUE YAHWEH NÃO DESAPONTARÁ A SUA CONFIANÇA” Jeremias 17:7 APÓS A SEGUINTE INTRODUÇÃO À SERVA DE DEUS LUISA PICARRETA, VOCÊ ENCONTRARÁ OS 36 VOLUMES DO Livro do Céu Você também pode encontrá-lo na Internet no seguinte link: www.divinavontadenobrasil.com

A Serva de Deus LUISA PICCARRETA

BREVE BIOGRAFIA E INTRODUÇÃO

Sua vida Nasceu em 23 de abril de 1865 na pequena cidade de CORATO, na província de Bari, no sul da Itália, lá sempre viveu e lá morreu com cheiro de santidade em 4 de março de 1947. Oitenta e dois anos de vida, sessenta e quatro dos quais, sim, sessenta e quatro, foram passados ​​na “menor cela que já esteve em o mundo”: sua cama. Acima e ao redor de sua cama havia uma leve estrutura metálica com cortinas penduradas nos quatro lados, fazendo de sua cama um claustro de apenas dois metros quadrados; espaço suficiente para ela e para seu Amado: Jesus, que a visitava quase diariamente e a treinava para que modelasse todo o seu interior à semelhança Dele. E não só para Ele, mas também havia espaço para a Mamãe, a Santíssima Virgem , a quem Luísa chamava assim, aquela que, com o mesmo propósito de fazer de Luísa uma cópia perfeita do interior de Jesus e de Ella, também a visitava com frequência. Luísa esteve sempre sob o poder da “Senhora Obediência”, perante a qual sempre se curvou e se submeteu, e que lhe vinha do Bispo através do Confessor. Nosso Senhor interveio para colocar Luisa definitivamente e sem dúvida em seu estado de vítima de reparação, para o qual se valeu de uma epidemia de cólera que em 1886 ceifou muitas vítimas na região de Corato. Jesus pediu-lhe que aceitasse um estado de sofrimento para pôr fim a esse flagelo, e tendo aceitado Luísa, depois de três dias de sofrimento desapareceu a cólera, que havia sido desenfreada há meses.

Quando ela tinha 21 anos, seu novo confessor, Dom Michele de Benedictis, para conhecer, experimentar e discernir seu espírito, impôs-lhe a primeira coisa que, se tivesse que sofrer, deveria primeiro pedir obediência. Um ano depois, Jesus pediu-lhe que se oferecesse para sofrer, mas não a intervalos, como no passado, mas continuamente, e tudo para reparar a Justiça Divina, muito irada, e evitar os homens de tantos castigos que cada vez mais mereciam e que estavam prestes a chover Luísa deu a conhecer estes desejos de Jesus ao Confessor e pediu-lhe que lhe obedecesse, pois tinha de sofrer “por um certo tempo” que julgava ser quarenta dias; a Confessora assentiu e Luísa foi definitivamente acamada a partir dos 22 anos, no outono de 1887.

E ainda teve que viver mais 60 anos, sim, 60, em sua “cela”, porque sua obediência foi renovada, e ela viveu assim, sem NUNCA ter enjoado de nada e sem nunca apresentar nenhuma ferida devido ao seu estado. Assim, iniciou-se uma nova cadeia de graças singulares. Jesus fez-se ver com muita frequência, dispondo-a ao “Casamento Místico” e conduzindo-a a uma perfeita conformidade com a Vontade de Deus. Jesus continuou a prepará-la para outros noivados, o “Noivado da Cruz”, e, uma manhã, mostrando-se crucificado, comunicou-lhe os estigmas extremamente dolorosos de sua Paixão, mas, consentindo aos desejos de Luísa de deixá-los invisíveis, não deixou sinal externo. Desde então a crucificação foi renovada pelo próprio Jesus. Luísa, que se via consumida por uma fome insaciável de sofrer, anos depois teve que aprender que tudo, a vontade de sofrer e até o desejo de ver Jesus com sensatez, tudo devia morrer na Vontade Divina.

Este Confessor morreu, um novo, Dom Gennaro di Gennaro, em 1899, cuidou dela e foi assim por 24 anos. E pela primeira vez ela lhe deu a obediência, muito dolorosa para ela, de escrever tudo o que havia acontecido, desde o início, entre Jesus e ela, e ela começou a escrever em fevereiro de 1899. Jesus continuou a ensiná-la e prepará-la por sua exaltada missão, à máxima graça e a um “estado superior”: Viver na e da Vontade Divina. Em 1900 fala-lhe pela primeira vez sobre isso e dá-lhe pela primeira vez esta Graça de graças e a constitui como a Filha da Vontade Divina, iniciando assim com ela, no silêncio e no que está escondido, o novo era da Graça. , o verdadeiro REINO DA DIVINA VONTADE NA TERRA, o cumprimento do Pater Noster: Fiat Voluntas Tua sicut in Cœlo et in terra. Seja feita a tua vontade como no céu na terra. Luísa escreveu, em seguida, 36 volumes sobre esta doutrina de viver na Vontade Divina, e outros escritos, entre os quais: “As Horas da Paixão”, das quais foram publicadas quatro edições, em 1915, 1917 e 1921, e “A Rainha do Céu no Reino da Vontade Divina”, das quais foram publicadas 3 edições, em 1932, 1933 e 1937. xlii Todas com “Nihil Obstat” e “Imprimatur”. A obediência escrita cessou e o último capítulo do Vol. 36 foi escrito em 28 de dezembro de 1938. Pe. Gennaro morreu em 1922 e foi sucedido pelo Can. D. Francesco De Benedictis, que faleceu 4 anos depois, em 1926. E, finalmente, foi nomeado Confessor pelo Arcebispo Can. D. Benedetto Calvi, que cuidou de Luisa até sua morte.

Finalmente, em 4 de março de 1947, às 6 da manhã, faleceu, após uma breve mas intensa pneumonia. Após 4 dias de veneração pública de seus restos mortais, ele teve sua primeira apoteose: seu funeral triunfal, no qual participaram inúmeras personalidades da Igreja local de Trani, a diocese à qual Corato pertence, bem como de outros lugares, como pode ser visto em algumas fotografias da época. Atualmente seus restos mortais repousam, com autorização da Igreja, dentro da igreja paroquial de Corato. Como se desenrolou um dia comum na vida de Luisa?

Seu último confessor, Dom Benedetto Calvi, deixou este testemunho: “FENÔMENOS EXTRAORDINÁRIOS EM SUA VIDA” “Por volta das 6h da manhã, a Confessora chegou à cabeceira de sua cama. fortemente que quando sua irmã ou outra pessoa da casa tinha que sentá-la na cama, na sua postura habitual, para obedecer ao Confessor ou ao Bispo, não conseguiam movê-la por causa do peso, como se fosse um grande bloco de chumbo, nem estender nenhum membro, porque era muito rígida. Somente quando o Confessor (ou poderia ser, em certas circunstâncias, qualquer padre) restaurou a vida e o movimento ao corpo, dando-lhe uma bênção e fazendo o sinal da cruz com o polegar nas costas da mão, o corpo de Luísa se reanimou. , começou a se mexer, e sua irmã conseguiu pegá-la e colocá-la com facilidade e sem nenhum esforço em seu lugar e em sua posição habitual e única, sentada em sua cama.” “Outro fenômeno extraordinário (já mencionado): em 64 anos, sem saindo de sua cama, ele nunca sofreu nenhuma úlcera na pele.”  “Então a leitura continuou, feito apenas por sua Confessora ao lado de sua cama, do que Luísa escrevera naquela noite sobre as sublimes verdades da Vontade Divina”.

“E outro fato extraordinário: qual era a comida dela? O pouco que comeu, sempre devolveu tudo, vivendo em total pobreza, desde o momento em que ficou de cama até a morte: 64 anos. Seu único alimento era a Vontade Divina e Jesus no Santíssimo Sacramento”. “Estes e outros fenômenos puderam ser observados pessoalmente e escrupulosamente controlados, e também foram submetidos a severos exames, não poucos doutores ou professores de dogmática, moral, ascetismo e misticismo, chamado por nossos superiores diocesanos para julgar. Menciono alguns deles: Dr. P. Domenico Franzé. OFM (Professor de Fisiologia e Medicina do Colégio Internacional de Roma) e Dr. P. Consalvo Valls, O. FM (também doutor em Teologia Moral, Ascética e Mística), e outros”. “Depois de ter despertado Luísa pela santa obediência, o Confessor, ou outro sacerdote, celebrou a Santa Missa em seu quartinho, diante de sua cama. Então, depois de receber a Sagrada Comunhão, Luísa adormeceu, extasiada, em conversa íntima com o Senhor por duas ou três horas, mas sem se tornar rígida ou perder completamente os sentidos. Muitas vezes, porém, durante o dia lhe acontecia que Nosso Senhor estava com ela de maneira sensível, e às vezes as pessoas que a acompanhavam notavam isso”. “Quando ela acordava, ia trabalhar sentada na cama . Costurava e fazia rendas no “tombolo” (trabalhos de tecelagem fina, que geralmente eram enfeites, toalhas de mesa, etc., para a Igreja) e diariamente vinham a ela algumas moças e moças, a quem ensinava a fazer esses ofícios, mas sobretudo atraídas pelo doce encanto que a presença de Deus emanava em Luísa…

E com Luísa passavam todo o tempo na oração, meditaram “As Horas da Paixão” como Luísa (e muitas dessas jovens vieram a conhecer essas “Horas” de cor); fizeram horas santas de reparação e outros exercícios de piedade. A sua vida, então, era exteriormente assim, sempre a mesma: trabalho, silêncio, oração.” este propósito. À tarde, ele normalmente passava mais uma hora em meditação; em determinado momento fecharam a cortina da cama e durante uma hora e meia ou duas horas a deixaram sozinha… com a Rainha do Céu, que veio visitá-la. Depois disso, o trabalho continuou até dez ou onze da noite. Então Luísa começou a escrever, quando havia recebido alguma manifestação ou comunicação de Nosso Senhor (seja durante o dia, ou durante o seu estado “dormindo” à noite), ou quando se renovava a ordem para continuar a escrever. Finalmente, por volta da meia-noite ou uma hora, Luísa reclinou-se na cama e foi surpreendida pela perda dos sentidos e pelo estado de “morte”; e se isso lhe acontecesse antes que pudesse se esticar na cama, permanecia naquela posição como uma estátua de pedra.”

“E assim passaram os dias de toda a sua vida.” Deixemos a palavra para outra de suas Confessoras, embora apenas Confessora Extraordinária por menos de 2 anos, mas que esteve em contato com ela por 17 anos, até sua morte em 1927; que se interessou tanto pela pessoa, pelos escritos de Luísa e pela doutrina da Vontade Divina, que foi ele quem publicou as “Horas da Paixão”: ANNIBALE MARIA DI FRANCIA (já proclamada Santa). Annibale M. Di Francia chegou a Corato em 1910, iniciando uma série de visitas e contato espiritual frequente e íntimo com Luisa.

Conhecê-la, para ele, significou uma virada transcendental em sua vida, e o conhecimento da Vontade Divina foi decisivo em sua espiritualidade. O Arcebispo de Trani o nomeou censor eclesiástico em sua diocese e diretor dos escritos de Luisa, em vista da publicação que o Padre queria fazer. Depois o Pe. Di Francia dedicou-se com todas as suas vontades e energias à publicação das “Horas da Paixão”, para as quais escreveu uma longa introdução, e fez quatro edições, sempre com o “Imprimatur” e o “Nihil Obstat”. . “.

O Padre como censor dos escritos de Luisa concedeu o “Nihil Obstat” e obteve de SE Giuseppe Maria Leo, Arcebispo de Trani o “Imprimatur” para os primeiros 19 volumes escritos por Luisa, que eram os que ela havia escrito na época. xlv Deixemos, então, a palavra para ele, transcrevendo parte do testemunho válido que Luísa deixou escrito: “Ela quer viver sozinha, escondida e desconhecida. Por nenhuma razão ela teria escrito as comunicações íntimas e prolongadas com o adorável Jesus, que de século em século aumenta cada vez mais as maravilhas de seu amor, parece que desta virgem, a quem ele chama a menor que encontrou na terra, desprovida de qualquer instrução, ele quis formar um instrumento adequado para tal missão. sublime do que NENHUM OUTRO pode ser comparado, isto é, pelo triunfo da Vontade Divina na terra, de acordo com o que se diz no “Pater Noster”: “Fiat Voluntas tua sicut in cœlo et in terra”.

“Esta virgem do Senhor, por mais de quarenta anos, desde a adolescência, foi colocada na cama como vítima do amor divino. E durante todo esse tempo ela viveu uma longa série de dores naturais e sobrenaturais de encantamento por a caridade eterna do Senhor, o Coração de Jesus. porque seria ver uma pessoa que jaz com todos os sinais das dores sofridas. Mas aqui está outra coisa admirável: esta esposa de Jesus Crucificado, que passa suas noites em êxtase doloroso e sofrimento de todos os tipos, vendo-a mais tarde, meio sentada em sua cama, trabalhando em seus bordados, nada, nada é transparente, não menos importante, de um que sofreu tanto durante a noite. Nenhum, nenhum ar de extraordinário ou sobrenatural. Ele se vê em tudo com a aparência de uma pessoa saudável, alegre e jovial; Ele fala, discute e às vezes ri, embora receba poucas pessoas amigas…”

“Não vou continuar. A vida desta virgem esposa de Jesus é MAIS CELESTIAL DO QUE TERRENA e ela quer passá-la no mundo ignorada e desconhecida, procurando apenas Jesus e sua Mãe Santíssima, que a tomou sob sua proteção particular”… E dissemos que este testemunho é válido porque o Padre Di Francia, que conheceu Luísa tão bem e durante tantos anos, e publicou “As Horas da Paixão” com tanto fervor, foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 7 de outubro de 1990 e foi elogiado por ele e serviu de exemplo para os sacerdotes de nossos dias.

* * * Seus escritos Da vida externa de Luisa poderíamos relatar inúmeras anedotas surpreendentes e extraordinárias, como narradas por tantas pessoas que a conheceram, mas correríamos o risco de nos desviar para coisas secundárias, reduzindo sua vida a uma série de episódios , sem dúvida milagrosa, piedosa e edificante, mas deixando de lado o que há de mais importante em Luísa e o que a distingue de todas as outras e onde encontramos o seu verdadeiro retrato, bem como a sua missão. Então, quem é Luísa? O que ele fez em sua vida? qual é a sua missão? As respostas a essas perguntas, respostas surpreendentes, são encontradas em seus próprios escritos. Não é possível conhecer Luisa sem conhecer seus escritos; xlvii Eles formam não apenas o conhecimento de sua vida interior, mas são os canais pelos quais tanto seu conhecimento quanto a formação da VIDA DA VONTADE DIVINA nela e em todos aqueles que a amam nos alcançam. Mas antes de olharmos para os escritos, queremos transcrever duas opiniões deixadas pelos mencionados Padres Domenico Franzé e Consalvo Valls. Aqui estão eles: “Reverendo Padre: Há quase um ano, precisamente em setembro passado, Vossa Reverência me deu, também em nome de um personagem importante, dois exemplares do livro intitulado

” Para aqueles que não têm tempo ou disposição para percorrer o livro, bastaria olhar seu índice para ver como uma alma chamada por Deus à perfeição sobe com passos e ascensão gradual, pelos caminhos do desapego e do aniquilamento, das tentações e das provas, entre as quais uma muito dura, que se arrasta há mais de 46 anos. Como médico, estou simplesmente surpreso que o paciente não tenha encontrado feridas ou erosões na pele, em uma pessoa forçada a ficar imóvel na cama por um período tão longo de anos.Para mim, que sou Religioso Regular, me dá um grande conforto ter recebido garantias de que, durante uma longa série de anos, nem médicos, nem Confessores, nem Arcebispos diocesanos, jamais descobriram qualquer engano, depois de terem feito testes exaustivo. Enfim, como Sacerdote, minha alma se regozija por ter verificado que no paciente não há apenas toda a delicada integridade das virtudes cristãs, mas também uma alma que tende à perfeição iluminada por uma graça especial. Além de tudo o que Nosso Senhor parece dignar-se a operar nesta alma, para purificá-la e torná-la um instrumento digno de misericórdia para seus semelhantes, noto nesses escritos uma ideia predominante, que eu poderia chamar de A IDEIA MÃE DA EXISTÊNCIA DESTA CRIATURA: A DIVINA VONTADE.

O pobre paciente chama todas as almas a penetrarem no mal de cada uma das vontades pessoais e quer deixar claro que, assim como um é o mal comum de todas as vontades humanas, ou seja, o pecado, também um só é o remédio universal para todos os homens pecadores, isto é, que A SANTÍSSIMA VONTADE DE DEUS SEJA A VIDA DA VONTADE HUMANA. Se o livro sobre o qual estamos falando nada mais fizesse do que incutir no leitor os direitos de Deus e Sua Divina Vontade e afirmar Seu poder supremo sobre todas as vontades humanas e sobre todos os poderes e reinos de nossa pequena terra, eu diria que já seja demais para o bem das almas. Reverendo Padre, com o julgamento de um médico e de um padre, digo-lhe que só um espírito tão mortificado e perenemente mortificado, SÓ UMA VONTADE HUMANA FUNDIDA NA VONTADE DIVINA, pode chegar a concepções tão básicas e fundamentais como as manifestadas por esta alma, que, sem estudos e sem escola, estando sozinha no leito de sua dor, com uma verdadeira cultura literária, teológica e ascética muito limitada. FALA COM VERDADEIRA COMPETÊNCIA sobre os assuntos mais obscuros, da solução para os problemas mais difíceis e CONDUZ A ALMA QUE LÊ OS SEUS ESCRITOS AOS CAMPOS MAIS PERFUMADOS DA VIRTUDE.

Agora não é o momento, é claro, para eu dar conta dos testes físicos, psicofísicos e morais que experimentei no paciente. Tenho certeza moral, e também porque o escritor já tem 65 anos e é alheio a tudo que conhece o mundo e tudo que conhece a imoderação, tenho certeza moral, repito, porque é dado ao homem, que o livro que Teu A reverência que me apresentou será capaz de fazer um grande bem, especialmente porque procede de um espírito reto e não ficcional. Agradeço-vos a bela ocasião que me deste e encomendo-me às vossas dignas orações, confirmando Vossa afectuosa Reverência em Jesus Cristo.” Frei Domenico Franzé Cirurgião. Professor de Fisiologia e Medicina Missionária do Colégio Internacional San Antonio. Membro de mérito da Pontifícia Academia Romana das Missões. Roma. 20071931

” Do parecer do Pe. Valls, mencionado pelo Pe. Franzé, transcrevemos apenas as principais afirmações, que são as seguintes: “Reverendo Pe. Franzé: Li e estudei o livro intitulado “NO REINO DO DIVINO VONTADE” . E depois de ter meditado sobre alguns de seus pontos, posso declarar o seguinte: I. Sob o aspecto dogmático: achei-o coerente em tudo com os ensinamentos recebidos da Santa Igreja e manifestados nas fontes do Apocalipse, mesmo quando fala apenas por meio de questões dogmáticas, como… (E segue uma série de pontos analisados, e os comentários a eles são: “Sublime e maravilhosa exatidão teológica…” , “O conceito também é muito exato… sem alarde e com maravilhosa harmonia”, “Nunca se repete, mas sempre encontra novos e belos aspectos, sem se separar um instante do conceito correto dessas verdades de Fé”. etc.) l É verdade que aqui e ali há incertezas e às vezes até coisas estranhas, que precisariam de alguma explicação; mas também é verdade que quanto mais se reflete sobre eles, mais desaparece a aparente dissonância da primeira impressão. De resto, o próprio Jesus o diz à alma quando a tranquiliza dos medos que sente de escrever bobagens… II. Sob o aspecto ascético: Ele é o mais justo em todas as suas avaliações, seja na apresentação dos meios ativos de santificação (oração, trabalho, cumprimento dos deveres, sacramentos, práticas de piedade, leituras, mortificações, etc.), sobretudo nos amplos ensinamentos que dá sobre as próprias virtudes…

Nota: para justificar todos estes pontos (que o autor enumera) seria necessário citar o livro inteiro…

Quanto aos fenômenos místicos: O livro parece verdadeiramente inspirado (Dos inúmeros pontos que faz, indicamos, por exemplo, este: “Diferença entre conhecimento abstrato e conhecimento intuitivo de Deus e da própria alma. A demonstração que faz do intuitivo é uma demonstração psicológica e experimental da doutrina teológica sobre o modo divino de agir dos dons do Espírito Santo e dos sentidos espirituais, em oposição ao modo humano de agir das virtudes, etc.)

Retrato desta alma: Vê-se que vive intensamente a vida da graça, dos quais ele faz descrições tão belas e exatas que somente os dons do Espírito Santo podem lhe dar o conhecimento e também a ciência de poder expressá-los. Destes dons plenamente ativos vem aquela contemplação de Deus em seus atributos e em sua vida trinitária, aquela contemplação de Cristo e do Santíssimo. Virgem em seus mistérios, aquela visão tão consoladora e maravilhosa da Vontade Divina que governa o mundo… De nenhuma outra fonte senão a graça divina, que absorve todo o ser desta alma, pode vir aquela resolução e aquela generosidade. entrega-se aos maiores sacrifícios íntimos que seu Amado lhe pede; aquela delicadeza e vivacidade de sentimentos…; também a imensa caridade para com o próximo, que brota e se baseia no amor de Jesus…

E sobretudo, só da graça pode vir AQUELA SUBSTITUIÇÃO DA SUA PRÓPRIA VONTADE PELA VONTADE DO SENHOR, que a faz permanecer em paz, segura e feliz no meio das maiores tribulações, sofrimentos, aridez, e que constitui a missão particular desta alma. Por todas essas observações, feitas assim, num relâmpago, aqui e ali, e cotejando, alimento a íntima convicção de que a pessoa em questão é uma alma de Deus e que A OBRA QUE NELA SE REALIZA É DIVINA. Não conheço a vida nem a história desta alma, mas para justificar este meu conceito, basta-me examinar este livro e o efeito QUE EU MESMO experimentei com a sua leitura, que destilou no meu espírito novos desejos de melhorar espiritualmente. Só Deus tem as chaves do coração e o faz vibrar para a santidade…” (etc.). De Vossa Reverência, afetuoso irmão.” Frei Consalvo Valls, OFM Professor de Teologia Dogmática e Mística no Colégio Internacional de S. Antonio. Roma.”

INVOCAÇÃO

Pela intercessão de Nossa Santíssima Mãe, Mãe do Verdadeiro Deus para A quem se vive, Rainha da Divina Vontade e Co-Redentora, nossa Medianeira e Advogada, e da Serva de Deus Luísa Piccarreta, a filhinha da Divina Vontade, peço aqui a Unção do Espírito Santo para todos aqueles que leia esses escritos; para que vossos corações e vossas inteligências se abram amplamente à Luz, Amor e Sabedoria Divina de Deus, e venham a viver na Plenitude da Vida na Vontade Divina que Ele designou para cada um de nós de todo o mundo. , para a Sua Glória, e para a nossa na Sua. Que o Amor, a Paz e a Alegria do Senhor inundem seus corações! UM HOMEM!

Compartilhe a Divina Vontade