O Futuro da Humanidade – profecias ditadas à Maria Valtorta

O FUTURO DA HUMANIDADE – PROFECIAS DITADAS Á MARIA VALTORTA

Jesus diz:
Se olharmos com atenção para o que vem acontecendo há algum tempo, e especialmente desde o início deste século anterior ao segundo milhar, devemos pensar que os sete selos foram abertos.
Nunca antes estive agitado para voltar entre vocês com minha Palavra para reunir as fileiras de meus escolhidos para partir com eles e com meus anjos para lutar contra as forças ocultas que trabalham para cavar os portões do abismo para a humanidade.
Guerra, fome, peste, instrumentos de guerra assassina – que são mais do que as ferozes feras mencionadas pelo Bem-Amado – terremotos, sinais do céu, erupções das entranhas do solo e chamados milagrosos aos caminhos místicos de pequenas almas movidas pelo Amor, perseguições contra meus seguidores, alturas de almas e baixeza de corpos, nada carece dos sinais pelos quais o momento de minha Ira e minha Justiça podem parecer perto de vós.
Você se sente horrorizado e exclama: ‘Chegou a hora; e mais terrível do que isso não pode se tornar! ‘. E peça o fim para libertar você.
Os culpados ligam para ela, zombando e xingando como sempre; chamam isso as pessoas boas que não podem mais ver o mal triunfar sobre o bem.
Paz meus eleitos! Mais um pouco e depois irei.
A soma do sacrifício necessária para justificar a criação do homem e o Sacrifício do Filho de Deus ainda não foi concluída.
O desdobramento de minhas coortes ainda não terminou e os Anjos do Sinal ainda não colocaram o selo glorioso em todas as frentes daqueles que merecem ser eleitos para a glória.
O opróbrio da terra é tal que sua fumaça, ligeiramente diferente daquela que flui da morada de Satanás, sobe aos pés do trono de Deus com ímpeto sacrílego.
Antes do aparecimento de minha Glória é necessário que Oriente e Ocidente sejam purificados para serem dignos do aparecimento de meu Rosto.
O incenso que purifica e o óleo que consagra o grande altar sem limites – onde a última Missa será celebrada por Mim, o eterno Pontífice, servido no altar por todos os santos que o céu e a terra terão naquela hora – são as orações dos meus santos , dos entes queridos ao meu Coração, dos já marcados com o meu Sinal: da bendita Cruz, antes que os anjos do Sinal os tenham marcado.
É na terra que o sinal está gravado e é a tua vontade que o grava.
Então os anjos o enchem de um ouro incandescente que não pode ser cancelado e que faz sua testa brilhar como o sol no meu paraíso.
Grande é o horror de agora, minha amada; mas quanto, quanto, quanto ainda tem que aumentar para ser o Horror dos últimos tempos!
E se realmente parece que o absinto se mistura com pão, vinho, sono do homem, muito, muito, muito mais absinto ainda tem que pingar em suas águas, em suas mesas, em suas camas, antes que você alcance a amargura total que será a companhia dos últimos dias desta raça criada pelo Amor, salva pelo Amor e vendida ao Ódio.
Que se Caim foi à terra por ter matado um sangue inocente, mas sempre sangue poluído pelo pecado de origem, e não encontrou ninguém que o afastasse do tormento da memória porque o sinal de Deus estava sobre ele para sua punição – e ele gerou na amargura e na amargura viveu e viu viver e na amargura morreu – que não deve sofrer a raça do homem que de fato matou e mata, com desejo, o mais inocente Sangue que o salvou?
Portanto, pense também que esses são os pródromos, mas ainda não é o momento.
Existem os precursores daquele que eu disse que poderia ser chamado de: ‘Negação’, ‘Mal feito carne’, ‘Horror’, ‘Sacrilégio’, ‘Filho de Satanás’, ‘Vingança’, ‘Destruição’, e eu poderia continuar a dar-lhe nomes de indicação clara e assustadora.
Mas ele ainda não chegou.
Ele será uma pessoa muito elevada, tão alta quanto uma estrela humana brilhando no céu humano. Mas uma estrela da esfera sobrenatural que, cedendo à sedução do Inimigo, conhecerá o orgulho após a humildade, o ateísmo após a fé, a luxúria após a castidade, a fome de ouro após a pobreza evangélica, a sede de honras depois de se esconder.
Menos assustador ver uma estrela cair do firmamento do que ver essa criatura já escolhida cair nas espirais de Satanás, que copiará o pecado de seu pai escolhido.
Lúcifer, por orgulho, tornou-se o Maldito e o Escuro.
O Anticristo, por orgulho de uma hora, se tornará o maldito e as trevas depois de ser uma estrela do meu exército.
Como recompensa por sua abjuração, que sacudirá os céus sob um arrepio de horror e fará tremer as colunas de minha Igreja no desânimo que despertará sua queda, ele obterá a ajuda completa de Satanás, que lhe dará as chaves do poço de abismo para abri-lo. Mas você o abre completamente para que os instrumentos de terror que nos milênios Satanás fabricou para levar os homens ao desespero total, para que invoquem de si próprios Satanás, e corram na esteira do Anticristo, o único que pode escancare as portas do abismo para trazer o Rei do abismo, assim como Cristo abriu as portas do céu para trazer a graça e o perdão, que tornam os homens semelhantes a Deus e rei de um Reino eterno no qual Eu sou o Rei dos reis.
Assim como o Pai me deu todo o poder, Satanás deu a ele todo o poder, e especialmente todo o poder de sedução, para arrastar os fracos e as febres da ambição como estão, seu líder. Mas em sua ambição desenfreada ele ainda encontrará muito pouco a ajuda sobrenatural de Satanás e procurará outra ajuda nos inimigos de Cristo, os quais, armados com armas cada vez mais mortais, como sua luxúria para o Mal, poderiam induzi-los a criar para semear desespero nas multidões. , eles o ajudarão até que Deus diga seu ‘Basta’ e os incinerará com o brilho de sua aparência.
Muito, muito – e não por uma boa sede e desejo honesto de proteger o mal que pressiona, mas apenas por curiosidade inútil – muito, muito foi enrolado ao longo dos séculos sobre o que João diz no capítulo 10 do Apocalipse. Mas saiba, Maria, que eu permito que você saiba o quão útil pode ser saber e esconder o quanto eu acho útil que você não saiba.
Vocês são muito fracos, meus pobres filhos, para saber o honorável nome do apocalíptico ‘sete trovões’.
Meu anjo disse a João: “Sele o que os sete trovões disseram e não escreva”.
Eu digo que o que está selado ainda não é hora de ser aberto e se João não tiver escrito, eu não direi.
Afinal, não cabe a você provar esse horror e, portanto …
Basta orar por aqueles que terão que passar por isso, para que as forças não naufraguem neles e se tornem parte da multidão daqueles que sob o açoite do açoite não conhecerão a penitência e blasfemarão de Deus em vez de chamá-lo em seu auxílio.
Muitos deles já estão na terra e suas sementes são sete vezes sete mais demoníacas do que eles.
Eu, não meu anjo, eu mesmo juro que quando o trovão da sétima trombeta acabar e o horror do sétimo flagelo acabar, sem que a raça de Adão reconheça Cristo, o Rei, Senhor, Redentor e Deus, e invoque sua misericórdia , o seu Nome em que está a salvação, eu, pelo meu Nome e pela minha Natureza, juro que vou parar o momento da eternidade. O tempo cessará e o julgamento começará. O Julgamento que divide eternamente o Bem do Mal após milênios de coexistência na terra.
O Bem retornará à fonte de onde veio. O mal cairá onde já foi precipitado pelo momento da rebelião de Lúcifer e de onde saiu para perturbar a fraqueza de Adão na sedução dos sentidos e do orgulho.
Então o mistério de Deus será cumprido. Então você conhecerá Deus. Todos, todos os homens da terra, desde Adão até o último nascido, reunidos como grãos de areia na duna da costa eterna, verão Deus o Senhor, Criador, Juiz, Rei.
“The Notebooks of 1943” 20.8.43. Páginas 145 a 149
“A batalha entre mim e ele não terá fim a não ser quando o homem for julgado em todos os seus exemplos. E a vitória final será minha e eterna. Já a Besta infernal, sempre derrotada e cada vez mais feroz por ser conquistada, me odeia com ódio infinito e perturba a Terra para ferir meu Coração. Mas eu sou o Vencedor de Satanás. Onde ele contamina, passo com o fogo do amor para limpar. E se com inesgotável paciência eu não tivesse continuado meu trabalho de Mestre e Redentor, agora todos vocês seriam demônios ”.
“I Quaderni del 943”, p. 615

Compartilhe a Divina Vontade