Apressando a Vinda do Reino


Apressando a Vinda do Reino

Agora que temos uma leve idéia de quão gloriosa será a Era vindoura- como ele realmente constitui o Reino da Vontade Divina na Terra como no Céu – espero que todos os que leram até agora estejam ardendo com um santo desejo de apressar sua chegada. Vamos todos garantir, portanto, que nunca permitimos que esse desejo fique estagnado em nossos corações; em vez disso, vamos sempre agir de acordo com isso.

Jesus diz Luisa Piccarreta :

A redenção e o Reino da minha vontade são uma coisa única, inseparáveis ​​uma da outra. Minha vinda à Terra veio para formar a Redenção do homem e, ao mesmo tempo, veio para formar o Reino da minha Vontade, a fim de me salvar, de recuperar meus direitos que por justiça me são devidos como Criador … Agora, quando parecia que tudo tinha acabado e meus inimigos estavam satisfeitos por terem tirado minha vida, meu poder que não tem limites chamou minha humanidade de volta à vida e, ao ressuscitar novamente, tudo se juntou a Mim – as criaturas, minhas dores, os bens adquiridos por eles. E como minha Humanidade triunfou sobre a morte, minha Vontade ressurgiu novamente e triunfou nas criaturas, esperando por Seu Reino … Foi minha Ressurreição que Me fez conhecer por Quem eu era, e colocou o selo sobre todos os bens para os quais eu vim. trazer sobre a terra. Do mesmo modo, minha Vontade Divina será o selo duplo, a transmissão em criaturas de Seu Reino, que minha Humanidade possuía. Mais ainda, já que foi para as criaturas que eu formei esse Reino da minha Vontade Divina dentro da minha Humanidade. Por que não dar então? No máximo, será uma questão de tempo, e para nós os tempos são um ponto único; Nosso poder produzirá tais prodígios, esbanjando ao homem novas graças, novo amor, nova luz, que Nossas habitações nos reconhecerão, e eles mesmos, por sua própria vontade espontânea, nos darão domínio. Assim, nossa vida será colocada em segurança, com todos os seus direitos sobre a criatura. Com o tempo, você verá o que meu poder sabe fazer e pode fazer, como pode conquistar tudo e derrubar os rebeldes mais obstinados. Quem pode resistir ao meu poder, de modo que, com um único suspiro, eu bato, destruo e refuto tudo, como melhor por favor? Portanto, ore e deixe que o seu clamor seja contínuo: ‘Que venha o Reino de seu Fiat, e que sua Vontade seja feita na Terra como no Céu.’ ” (Maio de 31, 1935)

Jesus está nos pedindo que nosso choro seja contínuo. Devemos ter tanto desejo por este Reino que não podemos suportar parar de implorar a Deus por ele. E como imploramos a Deus por isso? Pela petição principal da Oração do Senhor. Seja zeloso em orar ao Pai Nosso; cada um recitado acelera a vinda do Reino. Jesus diz a Luisa:

Há quem regue esta semente para fazê-la crescer – cada ‘Pai Nosso’ recitado serve para regá-la; existem minhas manifestações para torná-lo conhecido. Tudo o que é necessário são aqueles que se ofereceriam para ser os principais – e com coragem, sem temer nada, enfrentando sacrifícios para torná-lo conhecido. Então, a parte substancial está lá – a maior está lá; o menor é necessário – isto é, a parte superficial, e seu Jesus saberá abrir caminho para encontrar aquele que cumprirá a missão de tornar conhecida minha vontade divina no meio dos povos. (Agosto de 25, 1929)

Jesus aqui diz a Luisa que a única coisa necessária para causar a chegada deste Reino glorioso são as pessoas que serão os inabaláveis ​​corajosos cordeiros de sua vinda. Todo o Reino já está formado! Jesus já fez a parte difícil com Luisa décadas atrás. Tudo o que precisamos fazer é colher as frutas. Mas o que é necessário são pessoas como você para proclamar este Reino. Jesus também diz a Luisa:

Se um rei ou o líder de um país deve ser eleito, há quem incite o povo a gritar: ‘Queremos tal e tal rei, ou tal e tal como o líder de nosso país’. Se alguns querem uma guerra, eles fazem o povo gritar: ‘Queremos a guerra’. Não existe uma coisa importante que se faça em um reino, para o qual alguns não recorrem ao povo, para fazê-lo gritar e até tumultuar, de modo a dar-se uma razão e dizer: ‘É o povo que quer isso. . ‘ E muitas vezes, enquanto o povo diz que quer alguma coisa, não sabe o que quer, nem as conseqüências boas ou tristes que virão. Se eles fazem isso no mundo baixo, muito mais eu, quando devo dar coisas importantes, bens universais, quero que povos inteiros Me peçam por eles. E você deve formar esses povos – primeiro, divulgando todos os conhecimentos sobre meu Fiat Divino; segundo, andando por toda parte, movendo o céu e a terra para pedir o reino da minha vontade divina. ”(Maio de 30, 1928)

Jesus nos dará este reino; mas Ele está esperando pelo momento em que sua doação pode realmente ser considerada uma resposta amorosa a um pedido sincero de Seus amados filhos, para que não seja de forma alguma uma imposição. E este não é apenas o desejo ardente dos santos no céu, mas era o mesmo do próprio Jesus; agora no céu e em seu tempo na terra. Ele diz a Luisa:

Minha filha, como Deus, não existia em mim nenhum desejo … no entanto, como homem, eu tinha meus desejos … se eu orava, chorava e desejava, era apenas para o meu reino que eu queria no meio das criaturas, porque Ele sendo a coisa mais santa, minha Humanidade não podia fazer nada menos que (querer) desejar e desejar a coisa mais santa para santificar. os desejos de todos e dar-lhes o que era santo e do bem maior e perfeito para eles. (Janeiro 29, 1928)

Mas, para garantir que nunca desanimamos nessa nobre conquista, devemos acima de tudo lembrar que:

Está chegando é uma garantia

Temos a certeza da vitória. Mas muitos estão em algum momento tentados a duvidar dessa vitória; basta uma breve olhada no mundo sob o aspecto da análise meramente humana. Visto que nossos olhos físicos são capazes apenas de ver essas aparências, devemos estar atentos à tentação de desesperar a vinda do Reino de que eles regularmente nos imporão. Sob essa análise superficial, o Reino da Vontade Divina na Terra parece ser uma impossibilidade absoluta, e a dúvida que essa análise gera, por sua vez, abafará nosso zelo em lutar pelo Reino, o que atrasará sua chegada. Portanto, não devemos permitir que nosso zelo diminua com o desânimo. Certamente, também não queremos que nossos lembretes da certeza da vitória gerem frouxidão em nossos corações; apesar de estar garantido que a chegada não é garantida, mas depende da nossa resposta – e a proximidade de sua chegada é proporcional ao número de almas que serão salvas da condenação eterna por sua chegada. Então, de fato, devemos ser zelosos.

Lembremo-nos, então, da natureza garantida de sua vinda, revisando vários ensinamentos que Jesus dá a Luisa:

Nós nunca fazemos coisas inúteis. Você acha que as muitas verdades que lhe manifestamos sobre Nossa Vontade com tanto amor não produzirão seus frutos e não formarão suas vidas dentro das almas? De modo nenhum. Se nós os emitimos, é porque Sabemos com certeza que eles realmente darão seus frutos e estabelecerão o Reino de Nossa Vontade no meio de criaturas. Se não hoje – porque lhes parece que não é um alimento adaptável para eles, e talvez até desprezem o que poderia formar a Vida Divina neles – chegará o tempo em que competirão para ver quem pode conhecer mais essas verdades. . Ao conhecê-los, eles os amarão; o amor lhes dará alimento adaptável a eles, e assim minhas verdades formarão a vida que lhes oferecerão. Portanto, não se preocupe – é uma questão de tempo. (Maio de 16, 1937)

Agora, se o fazendeiro, apesar de todas as dificuldades da terra, pode esperar e receber uma colheita abundante, muito mais posso fazer, Celestial Farmer, tendo emitido do meu ventre divino muitas sementes de verdades celestes, para semeá-las a profundidade da sua alma; e da colheita encherei o mundo inteiro. Você pensaria que, por causa das dúvidas e dificuldades de alguns – alguns, como a terra sem umidade, e outros como a terra espessa e endurecida -, eu não teria minha colheita superabundante? Minha filha, você está enganada! Tempo, pessoas, circunstâncias, mudanças, e o que hoje pode parecer preto, o amanhã pode parecer branco; de fato, muitas vezes eles vêem de acordo com as predisposições que têm e de acordo com a visão longa ou curta que o intelecto possui. Pobres, é preciso ter pena deles. Mas tudo está no fato de eu já ter semeado; a coisa mais necessária, a mais substancial, a mais interessante, era manifestar minhas verdades. Se eu fiz meu trabalho, a parte principal foi estabelecida, encontrei sua terra para semear minha semente – o resto virá por si só. (Fevereiro de 24, 1933)

Em outra ocasião em que Luisa expressou uma dúvida sobre a vinda do Reino, vemos a seguinte troca entre Jesus e Luisa:

Mas enquanto pensava nisso, eu disse a mim mesmo: “Mas quem sabe quem verá quando esse Reino do Divino Fiat virá? O! quão difícil isso parece. ” E meu amado Jesus, fazendo-me Sua breve visita, me disse: “Minha filha, e ainda assim viráVocê mede o humano, os tempos tristes que envolvem as gerações atuais e, portanto, parece difícil para você. Mas o Ser Supremo tem Medidas Divinas que são tão longas, de modo que o que é impossível para a natureza humana, é fácil para Nós …

… E então, há a rainha do céu que, com seu império, reza continuamente para que o reino do divino venha à terra, e quando alguma vez lhe negamos algo? Para nós, suas orações são ventos impetuosos que não podemos resistir a ela. E a mesma força que ela possui de nossa vontade é para nós, império, comando. Ela tem todo o direito de impetrá-lo, porque o possui na terra e o possui no céu. Portanto, como Possuidora, ela pode dar o que é Dela, tanto que este Reino será chamado de Reino da Imperatriz Celestial. Ela atuará como rainha no meio de seus filhos na terra. Ela colocará à sua disposição Seus Mares das Graças, da Santidade, do Poder. Ela colocará em fuga todos os inimigos. Ela os criará em seu ventre. Ela os ocultará em Sua Luz, cobrindo-os com Seu Amor, nutrindo-os com Suas próprias mãos com o alimento da Vontade Divina. O que essa Mãe e Rainha não farão no meio disso, Seu Reino, por Seus filhos e por Seu povo? Ela dará graças inéditas, surpresas nunca vistas, Milagres que abalarão o céu e a terra. Nós damos a ela todo o campo livre, para que ela forme para nós o reino de nossa vontade na terra. Ela será o Guia, o Verdadeiro Modelo, também será o Reino do Soberano Celestial. Portanto, você também ora junto com Ela e, na época, obtém a intenção. (Julho de 14, 1935)

Nossa Senhora está implorando ao seu Divino Filho pela vinda do Reino na Terra. Como todos os católicos devem saber, Jesus não tem poder para resistir aos apelos de sua mãe. Além disso, Jesus diz a Luisa que entregou a sua mãe o poder de fazer o que for necessário na terra até agora para garantir a chegada do Reino – “milagres que abalarão o céu e a terra”, “graças inéditas”, “surpresas nunca visto.” Nos foi dado um gostinho dessas intervenções de Nossa Senhora ao longo dos 20th século. Mas podemos ter certeza de que essas são apenas as previsões do que ela preparou para o mundo..

Não devemos nos preocupar com o fato de não merecermos – que não merecemos – esse Reino tão santo. Pois isso não muda o fato de que Deus quer nos dar. Jesus diz a Luisa:

… que mérito o homem tinha que criamos o céu, o sol e todo o resto? Ele ainda não existia, não podia dizer nada para nós. De fato, a Criação foi uma Grande Obra de Magnificência Maravilhosa, toda Gratuitous de Deus. E a Redenção, você acredita que o homem a mereceu? De fato, tudo foi gratuito, e se ele orou a nós, foi porque fizemos dele a promessa do futuro Redentor; ele não foi o primeiro a dizer isso para nós, mas nós fomos. Foi todo o nosso decreto gratuito que a Palavra tomaria carne humana, e foi concluída quando o pecado, a ingratidão humana, galopou e inundou a terra inteira. E se parece que eles fizeram alguma coisa, dificilmente foram pequenas gotas que não seriam suficientes para merecer uma Obra tão grande que dá o incrível, que um Deus se fez semelhante ao homem para colocá-lo em segurança, e que adicionalmente o homem havia cometido muitas ofensas a ele.

Agora, a grande obra de tornar conhecida minha vontade para que ela pudesse reinar no meio das criaturas será uma obra de nossa completamente gratuita; e este é o erro, que eles acreditam que será o mérito e por parte das criaturas. Ah sim! estará lá, como as pequenas gotas dos hebreus quando eu vim resgatá-los. Mas a criatura é sempre criatura; portanto, será completamente gratuita de nossa parte, porque, abundante em Luz, em graça e em amor a ela, nós a sobrecarregaremos de uma maneira que ela sentirá Força nunca sentida, Amor nunca experimentado. Ela sentirá nossa vida batendo mais vivamente em sua alma, tanto que será agradável para ela deixar nossa vontade dominar. (Março de 26, 1933)

Jesus quer que imploremos por este reino; preparar o caminho; para anunciar ao mundo, sim … mas não se segue dessas premissas que nós mesmos somos os que construímos este Reino ou o merecemos. Que ansiedade isso causaria! Nós simplesmente não temos o poder. Mas tudo bem, porque a vinda deste reino é completamente gratuita. Não o merecemos agora nem há algo que possamos fazer para merecer mais tarde; Deus, em Sua munificência, concederá a nós, no entanto. [Esse fato também é uma refutação importante das várias heresias de “ascensão progressiva” condenadas pelo Magistério (especialmente aquelas encontradas na teologia da libertação), em que o homem constrói progressivamente “o Reino de Deus” na terra através de seu próprio esforço, até que finalmente é definitivamente reconhecido no tempo; ou em que o homem “evolui” gradualmente para algum “ponto ômega” no futuro, no qual consiste o Reino. Essa noção é radicalmente contrária à natureza da Era, como Jesus a revela a Luisa.]

Lembre-se das palavras de inspiração e exortação que Jesus confiou a outros dois místicos do século XX com a mesma missão:

Vá, fortalecido pela Minha graça, e lute pelo meu reino nas almas humanas; lutar como o filho de um rei faria; e lembre-se de que os dias do seu exílio passarão rapidamente, e com eles a possibilidade de ganhar mérito pelo céu. Espero de você, meu filho, um grande número de almas que glorificarão Minha misericórdia por toda a eternidade. Meu filho, para que possa responder dignamente ao meu chamado, me receba diariamente na Sagrada Comunhão. Isso lhe dará força …

-Jesus a Santa Faustina

(Divina Misericórdia em minha alma, parágrafo 1489)

Todos estão convidados a se juntar à minha força de combate especial. A vinda do meu Reino deve ser seu único objetivo na vida… Não seja covarde. Não espere. Confronte a tempestade para salvar almas.

– Jesus para Elizabeth Kindelmann (revelações aprovadas da “Chama do Amor”)

Compartilhe a Divina Vontade