Live Ao vivo – Passo a Passo para começar a buscar viver na Divina Vontade.


29Passo a Passo pra você que quer começar a Viver na Divina Vontade

Trechos Meditados Live de hoje:

A medicina mais saudável e eficaz nos momentos mais tristes da vida é a resignação
(1) Encontrando-me no meu estado habitual, senti-me fora de mim mesma, e encontrei a Rainha Mãe; e, vendo-me, começou a falar da justiça, de como está prestes a descarregar-se com toda a ira contra as nações; disse muitas coisas sobre isto, mas não tenho palavras para o expressar, e enquanto estava aí via todo o céu cheio de pontas de espadas contra o mundo. Em seguida, acrescentou:

(2) “Minha filha, tu, muitas vezes desarmaste a justiça divina, e te contentaste em receber sobre ti seus golpes, agora que a vês no cúmulo do furor não te desanimes, senão sê animosa, com ânimo cheio de santa fortaleza entra nessa justiça e dá-lhe, não tenhas temor de as espadas, do fogo e de tudo o que possas encontrar; para obter este propósito, se te vires ferida, golpeada, queimada, rejeitada, não retrocedas, senão que te seja de estímulo para prosseguir. Olha, para fazer isto vim Eu em tua ajuda trazendo-te uma vestidura, com a qual, usando-a tua alma, adquirirás valor e fortaleza para não temer nada”.

(3) Dito isto, tirou do seu manto uma veste entrelaçada de ouro jaspeado de várias cores e vestiu a minha alma; e deu-me o seu Filho, dizendo:

(4) “E eis que, como penhor do meu amor, te dou em custódia o meu amadíssimo Filho, para que o guardes, o ames e o contentes em tudo; procure fazer as minhas vezes, para que encontrando em ti toda a sua alegria, o desgosto que lhe dão os demais não lhe possa causar tanta pena.

(5) Quem pode dizer como fiquei feliz e fortificada ao ser vestida por essa vestidura, e com a amorosa prenda entre meus braços? Felicidade maior certamente não poderia desejar. Então a Rainha Mamãe desapareceu e eu fiquei com meu doce Jesus. Tendo girado um pouco pela terra, e entre tantos encontros nos encontramos com uma alma em poder do desespero; tendo compaixão dela nos aproximamos, e Jesus quis que eu lhe falasse para lhe fazer compreender o mal que fazia, e com uma luz que o próprio Jesus me infundia lhe disse:

(6) “A medicina mais proveitosa e eficaz nas circunstâncias mais tristes da vida é a resignação. Ao ficares desesperado, em vez de tomares o remédio, estás a tomar o veneno para matar a tua alma. Não sabes tu que o remédio mais oportuno para todos os males, a coisa principal que nos faz nobres, nos diviniza e nos assemelha a Nosso Senhor e tem virtude de converter em doçura as mesmas amarguras, é a resignação? Que coisa foi a vida de Jesus sobre a terra senão um continuar o Querer do Pai, e enquanto estava na terra estava unido com o Pai no Céu? Assim a alma resignada, enquanto vive na terra, a alma e a sua vontade está unida com Deus no Céu. Pode-se dar coisa mais querida e desejável que esta?”

(7) Aquela alma, como sacudida começou a se acalmar, e eu junto com Jesus nos retiramos. Seja tudo para glória de Deus e seja sempre bendito.
Luisa Picarreta. Livro do Céu. Volume 4. Outubro 31, 1900

========================================================================================================

O Livro do Céu contém 4 verdades importantes dos castigos vindouros

Verdades dos castigos vindouros

1. A  grande maioria da humanidade terá ido após os castigos:

Vol. 2 – 4 de outubro de 1899  – “Minha filha, o homem é produto do Ser Divino, e como Nosso alimento é o amor, sempre recíproco, igual e constante entre as Três Pessoas Divinas, desde que saiu de Nossas mãos e de puro e amor desinteressado, ele é como uma partícula de Nosso alimento. Agora, esta partícula se tornou amarga para Nós; não só isso, mas  a maioria deles, afastando-se de Nós, fizeram-se pasto para as chamas infernais e alimento para o ódio implacável dos demônios, Nossos inimigos capitais e deles. Esta é a principal causa da nossa dor na perda de almas:  elas são nossas – são algo que nos pertence. Da mesma forma, a causa que Me leva a castigá-los é o Grande Amor que tenho por eles, de modo a colocar suas almas em Segurança. ”

Vol. 12 – 29 de janeiro de 1919 Deus realizará a Terceira Renovação da humanidade, manifestando o que Sua Divindade fez dentro de Sua Humanidade.

“Minha querida filha, quero informá-la sobre a ordem da Minha Providência. A cada dois mil anos, renovo o mundo. Nos primeiros dois mil anos, eu o renovei com o Dilúvio; nos segundos dois mil, renovei-o com a Minha vinda à terra, quando manifestei a Minha Humanidade, da qual, como se de muitas fissuras, brilhou a Minha Divindade. Os bons e os próprios Santos dos dois mil anos seguintes viveram dos frutos da Minha Humanidade e, em gotas, desfrutaram da Minha Divindade. Agora estamos em torno dos terceiros dois mil anos e haverá uma terceira renovação.  Esta é a razão da confusão geral: nada mais é do que a preparação da terceira renovação. Se na segunda renovação manifestei o que Minha Humanidade fez e sofreu, e muito pouco do que Minha Divindade estava operando, agora,  nesta terceira renovação, depois que a terra for purgada e grande parte da geração atual destruída , serei ainda mais generoso com as criaturas e realizarei a renovação manifestando o que Minha Divindade fez em Minha Humanidade; como Minha Divina Vontade agiu com Minha vontade humana; como tudo permaneceu conectado dentro de mim; como fiz e refiz tudo, e como até mesmo cada pensamento de cada criatura foi refeito por Mim e selado com Minha Divina Volição.

 

2. A Mãe Santíssima marcará todos os seus filhinhos da Vontade Divina e eles não serão prejudicados pelos Castigos 

Vol.33 – 6 de junho de 1935  – “Vocês Devem Saber que Eu sempre Amo Meus filhos, Minhas criaturas amadas. Gostaria de eviscerar-me para não vê-los feridos, tanto que nos tempos de luto que virão, eu os coloquei todos nas mãos de minha mãe celestial. Eu os confiei a Ela, para que Ela os mantenha seguros para Mim sob Seu manto.  Eu darei a ela tudo o que ela desejar, a própria morte não terá poder sobre aqueles que estarão sob a custódia de minha mãe. ”  Agora, enquanto Ele dizia isso, meu querido Jesus me fez ver com atos que a Rainha Soberana desceu do Céu com uma Majestade indescritível e uma Ternura toda Maternal, e  Ela andou por entre as criaturas em todas as nações e Ela Marcou Seus Queridos Filhos , e aqueles que não devem ser tocados pelos flagelos. ”

 

3. Os Castigos terão pouco ou nenhum efeito sobre os filhinhos da Vontade Divina:

Vol.33 – 6 de junho de 1935  – “… Cada um que Minha Mãe Celestial tocou, os flagelos não tinham poder para tocar aquelas criaturas. O doce Jesus deu o direito à sua mamãe de colocar em segurança quem ela quisesse.   Como foi comovente ver a Imperatriz Celestial fazendo-a Circular por todas as partes do mundo, que os  tomou em Suas Mãos Maternas, os confiou ao Seu seio, os escondeu sob Seu Manto, para que nenhum mal pudesse ferir aqueles a quem Sua Bondade Maternal manteve sob sua custódia, guardado e defendido.   O! se todos pudessem ver com quanto Amor e Ternura a Rainha Celestial cumpriu este Ofício, clamariam de consolo e amariam Aquela que os Ama tanto.

Vol. 11 – 18 de maio de 1915

“A Justiça Divina impõe castigos, mas nem estes nem os inimigos de Deus se aproximam daquelas almas que vivem na Vontade Divina … Saiba que terei consideração pelas almas na Minha Vontade, e pelos lugares onde essas almas residem”.

 

4. Os Sobreviventes dos Castigos serão os filhinhos da Santa Vontade Divina:

Vol.36 – 02/10/1938 –  “Filha, eu queria fazer isso, ganhando o homem pelo Meu Amor, mas a perfídia humana não Me permite. Portanto, devo usar a Justiça. Vou varrer a terra, vou tirar todas as criaturas nocivas que, como plantas envenenadas, envenenam as plantas inocentes.   Uma vez que eu tenha purificado tudo, Minhas Verdades encontrarão o caminho para Dar aos Sobreviventes a Vida, o Bálsamo e a Paz que Eles contêm; e todos os receberão, dando-lhes o beijo da paz, para confusão dos que não acreditaram neles e até os condenaram.  Minhas verdades reinarão e terei meu reino na terra: minha vontade seja feita na terra como no céu. Portanto, mais uma vez, não vamos mexer em nada. Vamos fazer o nosso caminho e cantaremos a vitória; eles podem fazer o seu caminho, no qual encontrarão confusão e vergonha de si mesmos. Acontecerá a eles como aos cegos, que não acreditam na luz do sol porque não a vêem: eles permanecerão em sua cegueira, enquanto aqueles que a virem desfrutarão e exibirão os bens do Ilumine com completa felicidade. ”

Fiat!

=========================================================================================================

3 de janeiro de 1932

 

Certeza da vinda do Reino da Vontade Divina na Terra: “O Reino da Vontade Divina na Terra é o nosso decreto”. Como todas as dificuldades, elas derreterão como neve na frente de um sol ardente. 

Meu abandono continua no Fiat Divino, mas fiquei preocupada com o pensamento: “Como esse reino do Divino virá algum dia? O pecado é abundante, os males pioram, as criaturas me parecem indispostas a receber um bem tão grande, tanto que não há alma, por melhor que seja, que realmente queira cuidar de tornar conhecido o que diz respeito à Vontade Divina. Se Deus não opera um prodígio de sua onipotência, o Reino do Fiat Divino pode estar no Céu, mas é inútil para a Terra pensar nisso! ” Mas enquanto eu pensava nisso e em outras coisas, meu amado Jesus, fazendo sua visita habitual à minha alma, me disse:

Minha filha, tudo é possível para nós. As impossibilidades, as dificuldades, as rochas intransponíveis das criaturas derreteram diante de nossa Suprema Majestade, como neve diante de um sol ardente; tudo é se queremos, tudo o resto é nada. Isso não aconteceu na redenção? O pecado abundou mais do que nunca, assim que um pequeno núcleo de pessoas suspirou o Messias, e no meio desse núcleo quantas hipocrisias, quantos pecados de todas as espécies, muitas vezes idolatradas – não! Mas foi decretado que eu viria à Terra. Antes de nossos decretos, todos os males não podem impedir o que queremos fazer. Um único ato de nossa vontade nos glorifica mais do que todos os males e pecados cometidos por criaturas que nos ofendem, porque nosso ato de vontade é divino e imenso, e em sua imensidão abraça toda a eternidade, todo século, isso se estende a todos. Portanto, não é da nossa infinita sabedoria não dar à luz um ato apenas da nossa vontade pelos males das criaturas; Nós nos colocamos no nosso lado divino e fazemos o que temos que fazer, e as criaturas os deixam no lado humano e, agindo como soberanos, queremos dizer tudo e todos – até o mal – e publicamos nossos decretos.

Agora, assim como minha vinda à Terra foi nosso decreto, o Reino de nossa Vontade na Terra também é nosso decreto; de fato, pode-se dizer que um e o outro são um único decreto, [e] que, tendo cumprido o primeiro ato desse decreto, devemos cumprir o segundo. É verdade que nos preocupamos com as boas disposições das criaturas, a fim de dar o grande bem que um ato de nossa Vontade pode produzir e, portanto, no máximo, tiramos tempo e nos livramos no meio de seus males para eliminá-las.

É verdade que os tempos são tristes, nossos olhos estão cansados, todas as ruas estão fechadas, não encontram saída nem mesmo pelos meios naturais necessários; as opressões, as demandas dos líderes são insuportáveis: punição justa que eles escolheram para líderes homens sem Deus, de vida ruim, sem o direito de ser líderes, que mereciam mais prisão do que o direito do regime. Muitos tronos e impérios foram derrubados e os poucos que restaram estão todos vacilantes e no ato de virar, de modo que a Terra permanecerá quase sem rei, nas mãos de homens injustos.

Pessoas pobres, pessoas pobres meus filhos, sob o regime de homens sem piedade, sem coração e sem agradecimento por poderem orientar seus empregados! A época do papa já repete o tempo judeu, que quando eu estava perto, permaneci na terra sem rei e estava sob o domínio de um império estrangeiro, homens bárbaros e idólatras, que nem conheciam seu Criador; e esse também foi o sinal da minha próxima vinda entre eles.

Entre aquela época e essa em muitas coisas, elas se dão as mãos, e o desaparecimento de tronos e impérios é o anúncio de que o Reino da minha Vontade Divina não está longe. Tendo que ser um reino universal e pacífico, não haverá necessidade de reis que o dominem, todos serão reis para si. Minha vontade será para eles lei, guia, apoio, vida e rei absoluto de cada um; e todos os líderes arbitrários e sem lei serão despedaçados como poeira ao vento.

As nações já continuarão a debater entre si, algumas pela guerra, outras pela revolução, entre si e contra a minha Igreja. Eles têm um fogo que os devora entre eles, que não lhes dá paz e não podem dar paz; é o fogo do pecado e o fogo de viver sem Deus que não lhes dá paz, e eles nunca fazem a paz se não chamarem Deus no meio deles como regime e vínculo de união e paz. E eu deixo eles fazerem, e eu vou deixar eles tocarem com o homem ou isso significa viver sem Deus; mas isso não impede que o Reino do meu Supremo Fiat venha. Isso tudo é coisa de criatura, do mundo inferior, que meu poder pousa e dispersa quando quer e faz com que o céu mais claro e o sol mais brilhante subam da tempestade.

Em vez disso, o Reino da minha Vontade Divina é do outro ou do Céu, formado e decretado no meio das Pessoas Divinas, ninguém pode tocá-lo nem dispersá-lo. Primeiro, vamos lidar com isso com uma única criatura que forma o primeiro Reino nele, depois com alguns e, depois, usando nossa onipotência, vamos divulgá-la em todos os lugares.

Tenha certeza, não se preocupe que os males piorem; nosso poder, nosso amor vitorioso que mantém a virtude de sempre vencer, nossa vontade de que tudo pode e que com paciência inabalável sabe esperar até séculos, mas o que ele quer fazer deve valer mais do que todos os males das criaturas. [Diante de seu poder invencível e seu valor infinito, os males deles serão como gotas de água, como tantos insignificantes que servirão ao triunfo de nosso amor e à maior glória de nossa vontade realizada. E então, quando tivermos a grande glória de formar este Reino dentro de uma criatura, será como o sol que todos têm o direito de desfrutar e possuir; sua luz, mais que o sol, dará direito a todas as criaturas e a ter um reino tão santo.

Compartilhe a Divina Vontade